A entrevista de emprego é um instrumento auxiliar do processo de seleção de candidatos nas empresas, sejam elas de pequeno, médio ou grande porte. Esta entrevista deve buscar informações sobre a vida pessoal, profissional, educacional e sócio-econômica dos candidatos.

Desta forma, o entrevistador terá um material consistente para conduzir a entrevista de forma eficiente, conhecendo os candidatos e analisando se tem ou não perfil para a vaga buscada.

Para auxiliar os profissionais da área, preparamos algumas dicas importantes a serem utilizadas durante a entrevista, desde sua preparação até o fim do processo. Abaixo seguem 6 dicas para conduzir uma entrevista de emprego de forma eficiente. Tome nota, some-as à sua experiência profissional e tire o melhor  proveito possível delas. Fique de olho:

1 – prepare bem a entrevista

Tenha em mente que o momento da entrevista é apenas para isto. Peça a seus colaboradores e familiares para não te ligarem neste horário, procure ao máximo não interromper o processo.

Antes de iniciar o processo, verifique cuidadosamente, a ficha do candidato. Procure saber o suficiente sobre a vida pessoal e a carreira dele. Imagine o constrangimento que será quando o candidato perceber que você sequer leu sua ficha antes da entrevista. Evite isto!

Procure conhecer mais sobre os interesses profissionais e os hobbies do candidato. Além de conhecê-lo um pouco mais é possível estabelecer pontos comuns entre ele e você, encontrando boas maneiras de quebrar o gelo no início da entrevista.

2 – deixe o candidato à vontade

Não queira parecer mais rígido do que o necessário. A entrevista precisa de boas conversas para acontecer, não demonstre dureza ou simpatia demais pelo candidato. Use o bom senso.

Quanto mais à vontade ele estiver mais fácil será para você conduzir a entrevista. O entrevistado falará melhor, terá mais atenção no que for dito e perderá o medo e a ansiedade rapidamente. Lembre-se que alguns candidatos chegarão até você com medo até da própria sombra, portanto deixe-os à vontade, demonstre interesse e retire o melhor deles.

3 – seja objetivo!

Conduza a entrevista diretamente ao assunto que deseja abordar. Procure ser direto em suas perguntas, sem muito rodeio ou questionamentos desnecessários. Nunca fale mais do que o entrevistado, diálogo é tudo!

Evite ao máximo fazer anotações durante a entrevista. É impossível que o candidato não fique curioso para saber o que você tanto escreve, o que com certeza o deixará distraído no restante do processo.

Não deixe que o bate-papo fora do assunto se estenda demais, afinal a entrevista demanda certo tempo tanto do entrevistados quanto do entrevistado.

4 – demonstre interesse

Escute atentamente o candidato e demonstre interesse pelo que ele fala. Quanto mais interessante ele se sentir, mais facilmente poderá contar suas habilidades e experiências passadas.

Evite emitir opiniões ou comentários extensos e/ou desnecessários. Isto atrapalha o processo e ainda pode causar uma tremenda saia-justa, comprometendo todo o seu trabalho.

5 – observe a apresentação pessoal do candidato

Isto é regra básica em qualquer entrevista de emprego, mas não pode nunca passar batido. É de fundamental importância que o candidato esteja vestido adequadamente, com cabelos e unhas bem feitas para causar uma boa impressão. Mas principalmente para demonstrar como ele se importou com a entrevista e soube da real necessidade de ter uma boa apresentação.

6 – deixe seus preconceitos em casa

Não julgue o produto pela embalagem. Não é porque você não “foi com a cara” do candidato que ele não serve para a vaga. O preconceito por parte do entrevistador é algo que afasta ótimos profissionais das empresas. Peça a opinião de seus colaboradores, não tenha vergonha de fazê-lo. Tome cuidado para não perder um grande profissional para seus preconceitos.

É quase impossível conhecer uma pessoa e não analisá-la, julgá-la ou até mesmo compará-la, mas em uma entrevista de emprego isto não pode existir. Talvez um dos erros mais graves do entrevistador é querer que o entrevistado seja igual a ele ou até mesmo igual ao antigo dono da vaga em questão. Isto é humanamente impossível.

Estas dicas são muito úteis desde o planejamento da entrevista até o contato direto com o entrevistado. Elas vão te auxiliar a conseguir retirar o máximo dos candidatos, conhecê-los melhor e obter material importante para análise em uma possível contratação. Além, claro, de mostrar à sua empresa um pouco sobre os candidatos disponíveis no mercado, como estão qualificados e o que estão buscando das empresas.

Enfim, o processo de entrevista de emprego traz diversos benefícios para sua empresa. Espero ter ajudado com estas dicas. Convido você a compartilhar suas experiências conosco através dos comentários deste post, fique à vontade.

10 COMENTÁRIOS

  1. […] 6 dicas para conduzir uma entrevista de emprego de forma eficiente […]

  2. 7 dicas para evitar gestos que revelam nervosismo e ansiedade na entrevista de emprego | GWTR Portal

    […] 6 dicas para conduzir uma entrevista de emprego de forma eficiente […]

  3. […] 6 dicas para conduzir uma entrevista de emprego de forma eficiente […]

  4. […] 6 dicas para conduzir uma entrevista de emprego de forma eficiente […]

  5. Olá, Gustavo!

    Agradeço pelas dicas elas concerteza vão me ajudar bastante. Estou trabalhando numa empresa da area de telecomunicações, e era vendedor externo e hoje estou começando a trabalhar no escritório, e logo de cara me colocarão para ficar responsavel pela seleção de pessoal, tanto para vendedor externo e telemarketing, e estava meio perdido. Por isso agradeço muito por ter pessoas como vc que partilham as suas experiência. Muito obrigado. Abraços! E sucesso.

  6. Estou muito grata pelas dicas.porque e a minha primeira como entrevistadora, desde que terminei o meu curso de Gestora de R H. estava meio perdida.Os meus muito obrigada. E sucessos.

  7. Amigo Gustavo muito grato pelas dicas tenho uma pequena empresa estou precisando fazer uma entrevista de uns cadidatos.
    me ajudou bastate.

  8. Eu acho que o maior erro dos entrevistadores é tomar uma aula do entrevistado e eliminá-lo do processo. Há muitos anos atrás, eu fui a uma entrevista em um hotel e o gerente geral começou a me entrevistar em inglês. Até aí, tudo bem, ele tinha um conhecimento muito bom do idioma. Mudou para o espanhol e logo vi que ele mais falava portunhol. Ele disse que eu era bom demais para o cargo. Isso é pura insegurança da parte dele! Se ele tem espaço no mercado, não precisa ficar com medo de quem é melhor que ele!

  9. Olá, boa tarde.
    Muito obrigado pelas dicas estou aplicando dentro dos processos seletivos que realizo, afinal não tenho nenhuma experiência na área e tenho apenas 19 anos e organizo os processos seletivos de diversas empresas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here