O término da graduação somado a um bom emprego numa grande empresa parece ser uma operação complicada para muitos recém-formados. O caminho mais curto para conseguir este resultado passa a ser, então, o processo seletivo para uma vaga de trainee. Afinal, quais são as áreas mais beneficiadas com essa segunda oportunidade? A resposta é um consenso entre os especialistas ouvidos pelo Pé no mercado. Os cursos mais buscados são: Administração e Engenharia.

– Um engenheiro pode ser utilizado em várias áreas porque o curso tem um grau de amplitude, fazendo com que a pessoa consiga navegar em vários setores dentro de uma organização. Já durante o curso de Administração, o aluno vê matérias de finanças, marketing, RH… – explica Roberto Costa, sócio-diretor da Clave Consultoria.

Segundo os especialistas, existe um motivo para que as empresas prefiram cursos do mundo dos números.

– O mercado tem uma demanda por pessoas com estilo objetivo e voltado para resultados. Então, acabam buscando o pessoal de exatas – analisa Valéria Gomes, consultora da Cia de Talentos.

Para a coordenadora de Seleção e Treinamento da Infoglobo, Adriane Viana, apesar das vagas para os cursos mais tradicionais, a grande questão é a relação candidato-empresa:

– Hoje, as organizações estão mais atentas ao perfil do que necessariamente à parte técnica ou à formação.

E é justamente este perfil que faz a diferença na hora de contratar um trainee. Além de não ter mais de dois anos de formado, o candidato deve ser um líder do futuro.

–  A ideia do programa de trainee é preparar os futuros gestores da organização – esclarece Alice Ferrucio, diretora da Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH-RJ).

Apesar das áreas mais favorecidas, os especialistas deixam o recado para os estudantes de outros cursos: se você é bom mesmo, sempre terá uma vaga à sua espera!

FONTE: Pé no Mercado (O Globo)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here