Nos últimos dias uma notícia deu o que falar no mundo corporativo, Steve Jobs o icônico CEO da Apple, e considerado um dos executivos mais influentes da atualidade, pediu demissão de seu cargo por conta de problemas de saúde. “Jobs é apenas mais um funcionário”, diriam alguns críticos, porém a Apple é, claramente, dependente de seu líder visionário, o que pode acarretar grandes mudanças no seu gerenciamento.

Não temos dúvidas de que a Apple só se tornou lucrativa e bem vista no mundo dos negócios sob o comando de Steve Jobs. Não que ele seja um gênio nas operações ou finanças, ou apenas um líder carismático, acredito que seu talento está em sua incansável busca pela perfeição dentro do P&D da empresa. Muitas pessoas não sabem, mas é ele quem toma quase todas as decisões com relação ao desenvolvimento de um novo produto. Desde a cor ou as funcionalidades, passando pelo design, interface, etc.; tudo passa por sua análise e aprovação.

Steve Jobs teve êxito em montar um grande time à sua volta, porém eles ainda dependem muito de sua aprovação. E é neste momento de mudanças no comando da Apple que fica a grande dúvida: será que a empresa conseguirá manter a mesma filosofia de gestão? A Apple conseguirá manter o seu valor mesmo sem aquele que a moldou? Difícil responder agora. Com certeza Tim Cook terá um grande desafio pela frente.

Mas não é apenas no mundo coorporativo que a dependência de uma única figura se mostra presente nas grandes equipes. Em outras áreas, muitas empresas, franquias esportivas e equipes sofrem da dependência de poucos de seus principais colaboradores. Aqui vou citar um exemplo esportivo, vamos falar sobre o Indianápolis Colts.

Leia também: Esporte e Gestão: Analogia entre os líderes de empresas e os líderes do esporte

Esta franquia de Futebol Americano é conhecida como uma das grandes potências desta última década, sendo a equipe com maior número de vitórias e idas aos playoffs, porém o sucesso desta equipe cabe muito a um único jogador, o lendário QB Peyton Manning. Porém, no inicio desta temporada, existem rumores de que ele não vai se recuperar rapidamente de sua última cirurgia, algo que poderá ocasionar uma temporada desastrosa para o time, conhecido por não conseguir vencer sem seu principal jogador.

Apesar de estarem em lados opostos do mercado, Apple e Colts se mostram muito dependentes de seus principais líderes e, a partir de agora, terão de viver sem eles. Possivelmente a empresa criadora do iPhone e iPad conseguirá se sair bem nesta mudança, visto o time de gestores que possui. Já no caso dos Colts, a tarefa é um pouco mais complicada.

Assim, deixo aqui uma questão para vocês tentarem responder: até que ponto é bom para as empresas ou times dependerem massivamente de um único individuo? Qual filosofia as empresas que estão nesta situação devem seguir? É possível criar um novo líder dentro da equipe? Quais características ele deve ter para contornar esta situação?

Deixe sua opinião abaixo, comente, participe!

4 COMENTÁRIOS

  1. No caso da Apple não vejo Jobs apenas como um líder, isso muda completamente o contexto da empresa. Jobs é um gênio, e não é por admirar sua capacidade de inovação, mas contra fatos não há argumentos. As pessoas que trabalhavam ao seu redor não o achavam um líder, elas nao queria ser iguais a ele, elas nao admiravam seu modelo de trabalho. É exatamente esse modelo de gestão que diferencia Jobs do mercado mundial. A Apple tem profissionais maravilhosos, mas nenhum com a visão de águia que Jobs tinha, e Cook fará um bela gestão, sabe pq? Pq foi inteligente o suficiente para entender que o negócio de Jobs era inovar, executar e monitorar. Cook é um CEO inteligente, Jobs era um gênio. É o equilíbrio perfeito.

    • Grande comentário Maria, acredito que a Apple vai continuar seu trabalho de inovação, o único porém é que ele vai se tornar mais lento por conta da ausência do Jobs e sua habilidade de acelerar a evolução dos eletrônicos e serviços que ele trabalhava.

  2. Talvez seja o setor errado mas não tenho acesso a outro:
    não é um comentário; é um pedido bem rápido: minha filha , que não tem pai, me solicita a algum tempo um ipad de Natal (fora de condições no momento). Se vcs puderem me ajudar agradeço imensamente.
    susete

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here