“Nosso objetivo nesta vida não é o de estar sempre à frente das outras pessoas, mas sim, à frente de nós mesmos, para quebrar os nossos próprios recordes e para superar nosso ontem com o nosso hoje.”
(Stewart B. Johnson)

Por Adm. Marizete Furbino

A palavra assertividade traz em seu cerne uma conduta imprescindível para qualquer profissional que se encontra no terceiro milênio e que queira pelo menos sobreviver neste mercado globalizado e altamente competitivo, que é a transparência. Transparência no exercício da função é hoje, mais do que nunca, essencial para que se obtenha eficiência, eficácia e, por conseqüência, desenvolvimento e crescimento, tanto profissional como organizacional.

O profissional assertivo possui, além de um equilíbrio emocional muito grande, muita transparência em suas ações, tendo sempre cautela ao agir para não magoar ou ferir o próximo. As condutas e atitudes deste profissional são baseadas no problema e não nas pessoas envolvidas, agindo sempre de modo profissional e imparcial, com cuidado, para não cometer injustiças, policiando-se sempre para não agir de maneira tendenciosa. Esse profissional, além de saber reconhecer os seus limites e o seu valor, faz valer não somente os seus direitos e deveres como também os das demais pessoas presentes em seu meio e principalmente daquelas que estão sob o seu comando, que compõem sua equipe de trabalho.

Não é segredo algum dizer de igual forma que o profissional assertivo sabe aonde se quer chegar, qual o caminho a percorrer e como caminhar; portanto, defende uma única postura diante de si próprio e diante da vida. Bastante comprometido com suas metas e objetivos, cria, firma e mantêm uma relação de parceria consigo próprio bem como com as demais pessoas em seu meio, procurando sempre mostrar-se de corpo inteiro, com muita autenticidade e de maneira não agressiva.

As atitudes de um profissional assertivo são baseadas no respeito, na pro atividade, na educação, na verdade, na justiça, na ética, na confiança, na sinceridade, na autenticidade, na integridade, na empatia e principalmente na transparência, agindo de forma a não deixar dúvidas quanto ao que pensa, sente e deseja, cuidando sempre para que suas atitudes e condutas estejam condizentes com seus valores e princípios, tendo a preocupação e o cuidado de aferir se está sendo honesto consigo próprio, defendendo os seus interesses e direitos, mas tendo a cautela de não ignorar e/ou violar os direitos e os interesses dos demais.

Somados a isso, o profissional assertivo é extremamente sincero e honesto. Portanto, quando diz um sim e/ou um não, concorda e/ou discorda de fato, mas sempre possui a sensibilidade de considerar e de valorizar o pensamento do outro; contudo, demonstra de forma verdadeira e autêntica sua posição diante dos fatos, tendo a sabedoria de ser pró-ativo, se antevendo aos fatos, se planejando para evitar futuros transtornos que por ventura cruzarão o seu caminho.

É fato notório que a assertividade é uma das competências emocionais mais exigidas no que tange ao exercício da função; é essa a razão pela qual o profissional do século XXI deve conscientizar-se que a assertividade nos dias de hoje faz a diferença e que é possível aprender ser assertivo, requerendo apenas buscar conhecimentos e aplicá-los no dia a dia; no entanto é preciso de início ter interesse em ser assertivo, logo, é necessário querer e em seguida é necessário ter coragem e determinação para que ocorra a verdadeira mudança.

Quanto aos erros e/ou falhas que por ventura ocorrerem no decorrer da caminhada contribuindo para deixá-lo insatisfeito, deverão ser imediatamente reconhecidos e em seguida deverão ser tomadas medidas cabíveis e de cunho assertivo. É de fundamental importância que se tenha em mente o exercício do pensar e do repensar, pois a auto-avaliação de forma contínua faz parte de todo esse processo que envolve a assertividade.

Consciente de que hoje vivemos em um mundo repleto de mudanças e incertezas, o profissional assertivo age pautado na flexibilidade; assim,quando a situação exige, a mesma é acionada; por conseguinte, é sábio no exercício de sua função, banindo o rigor quando preciso.

Não obstante, sabemos que os benefícios advindos da assertividade são inúmeros, e dentre estes podemos destacar:
a) a sensação de bem-estar e a de dever cumprido consigo próprio e com os outros,
b) o desenvolvimento bem como o crescimento pessoal e profissional como conseqüência da exposição feita de forma clara, sem inibição e/ou temor do que se pensa, quer e/ou sente, bem como da defesa de seus direitos,
c) eficiência e eficácia nas ações contribuindo para com o desenvolvimento e crescimento organizacional decorrente da transparência nas ações,
d) relacionamento interpessoal aberto tendo como pilar a sinceridade, a confiança, a empatia, a autenticidade e a transparência em prol da harmonia e da solidez, dizendo sempre a si próprio um não a agressividade,
e) equilíbrio emocional,
f) comunicação interpessoal assertiva e baseada na maturidade dos relacionamentos, conseguindo-se comunicar de forma objetiva, honesta e sem constrangimento, cuidando sempre para considerar os sentimentos do outro, colocando-se sempre na posição do outro, tendo demasiada atenção para não deixar nada de forma obscura, mas que tudo fique esclarecido,
g) ação pautada na educação e no respeito, respeito a si próprio e aos outros também, monitorando-se o tempo todo quanto à forma de falar, pois ele sabe que esta faz toda a diferença.

Assim, é bom lembrar que a competência assertividade é hoje mais do que nunca imprescindível a um grande profissional, e para ser um profissional assertivo você irá depender única e exclusivamente de uma só pessoa: VOCÊ.

E o maior beneficiário será VOCÊ!

15 COMENTÁRIOS

  1. Olá, parabéns pelo blog!

    Comecei à pouco tempo à escrever, primeiramente busquei o conhecimento necessário em livros e revistas. Gostaria da sua opinião para o meu blog, afinal tratamos de temas comuns.
    Escrevo sobre os best sellers de liderança e investimentos.
    Sua opinão será muito bem vinda.

    http://dicasdecarreira.blogspot.com/

    desde já agradeço.

  2. Muito bom o blog, tenho muitas duvidas sobre como agir de modo assertivo em meu graupo de trabalho. A matéria me ajudou.

    • Olá Márcia, tudo bom?
      Os textos da Marizete são sempre muito esclarecedores mesmo.
      Fico feliz que tenha gostado da matéria!! E mais ainda por tê-la ajudado em seu trabalho!
      Espero vê-la sempre por aqui. 😉

      Grande abraço!

  3. Sou estudante de Administração e quero saber se vcs podem me dá uma idéia de que Tema posso utilizar para minha Monografia…Fico no aguardo do mesmo…

    Eu amo maquiagem, será que esse tema é bem vindo pra Administração???

    Renata

    • Olá Renata, tudo bom?

      Esta escolha depende daquilo que você gosta de escrever e e pesquisar. Pois, acredite, você passará um bom tempo se dedicando à esta monografia. Por isso, é preciso que você goste bastante do tema tratado.

      Sobre maquiagem, pode ser um tema muito interessante e novo, desde que você saiba como abordá-lo. Talvez com um estudo de caso sobre uma grande fabricante ou algo do tipo. Procure sugestões na internet, veja trabalhos prontos em bibliotecas de faculdades da sua cidade, converse com seus professores. isso sempre ajuda.

      Boa sorte com sua escolha e sucesso!
      Grande abraço!

  4. Boa noite!!!!!!!!

    Gustavo,

    Gostei muito de seu artigo, gostei muito mesmo!!!!!!!!!! Meu nome é Bruno e sou acadêmico de administração, peço uma ajuda sua por gentileza, meu TCC e sobre Assertividade, não encontrei nada sobre a história da Assertividade, o inicio? Quando foi reconhecida? principalmente em meio a administração, Se você puder dar uma "Luz" eu agradeço!!!!!!!!!

    Att,

    Bruno.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here