Diante do desemprego, ou do desespero de mudar de carreira, aceitar a primeira oferta de trabalho pode ser tentador, mesmo que não seja exatamente aquilo que você quer. Mas, será que esse é o melhor passo para a sua carreira?

Ainda que o fato de ter uma oferta de trabalho lhe dê uma sensação de segurança, afinal, você precisa pagar as suas contas, e tem que continuar vivendo, esse sentimento rapidamente desaparece se você aceitar um emprego que não está em linha com a mudança que pretende fazer.

É bastante provável que, em poucos meses, você esteja novamente procurando emprego, com o agravante que agora você passa a imagem de quem troca de emprego como troca de roupa, ou que não sabe planejar corretamente a sua carreira. Esse tipo de questionamento certamente será levantado em suas entrevistas, o que pode comprometer a sua segurança e confiança, reduzindo suas chances de conseguir o emprego.

Por que você quer mudar?
Exatamente por isso, é importante que, antes de aceitar a primeira oferta de trabalho que aparecer, você reflita atentamente sobre se é isso exatamente que está querendo, ou se não vale a pena esperar por algo melhor.

Reflita sobre o porquê da sua decisão de mudar de carreira. Que atividades do seu trabalho atual você não gosta, e gostaria de se livrar? O que você está procurando na nova profissão? Com uma idéia mais clara do que está procurando é hora de tentar definir quais carreiras atendem aos seus anseios pessoais.

Feito isso, analise se a oferta que recebeu se encaixa no perfil do emprego que está procurando. Em caso afirmativo, reflita sobre como o novo emprego irá mudar a sua vida. Será que essa mudança compensa os riscos que terá que correr? Você realmente quer trabalhar para essa nova empresa? Você acredita que poderá ser bem sucedido no novo trabalho? Existe compatibilidade entre você e a empresa ou está inseguro?

Aceito ou não a oferta?
Certamente tomar a decisão antes de refletir sobre os temas acima não é recomendável, pois é provável que você se deixe levar pela emoção, e não pela razão. Porém, alguns fatores devem ajudá-lo na sua decisão, como ilustrado abaixo:

* Você deve aceitar a oferta…
Se não existirem alternativas imediatas, ou seja, se você não está em outro processo de seleção no qual está mais interessado. Se a sua família ou situação financeira exigirem que você aceite a oferta, então certamente você deve ficar com esta opção.

Outras razões
: você não investiu tempo suficiente na busca de uma nova colocação e precisa do dinheiro, a experiência lhe trará algum diferencial que aumente sua capacitação, e, consequentemente, lhe aproxime dos seus objetivos profissionais etc. Por último, aceite uma oferta se você está confiante de que pode ser bem sucedido no novo emprego, e que a oportunidade é em uma área promissora da empresa, ou lhe coloca próximo de pessoas bem conectadas, que podem contribuir para o seu “netoworking”.

* Quando rejeitar é a melhor opção
Porém, se você tem condições financeiras para agüentar um pouco mais tempo, e procurar algo mais em linha com o que deseja, saiba esperar. Se você está confiante de que fez um bom planejamento na procura de uma nova colocação, e que, portanto, é apenas uma questão de tempo até a oportunidade certa aparecer, rejeitar a oferta também é mais indicado.

Outras situações que justificam a recusa da oferta envolvem empregos que podem colocar sua saúde mental ou emocional em risco, pelo simples fato de que você detesta o que terá que fazer, ou quando financeiramente não compensa. Por mais que você tenha que pagar as suas contas, em alguns casos, você acaba tendo que “pagar” para trabalhar, pois os custos que incorre são maiores do que irá receber.

Finalmente, se você sente de cara que não existe uma sinergia ou empatia com a empresa, ou com o ambiente de trabalho, o melhor é seguir seus sentimentos: eles provavelmente estão corretos!

Ainda na dúvida?
Se mesmo apesar de tudo o que foi discutido você ficou em dúvida, e não sabe como decidir, então tente procurar fatores que efetivamente podem ajudar na decisão: tanto favorável quanto negativamente.

Existe algum fator do emprego com o qual você acha que não pode viver? Existe algo sobre o emprego que realmente é muito bom para você abrir mão? Ainda que você possa e deva pedir aconselhamento para amigos e familiares, a decisão final deve se basear na sua intuição. Boa sorte!

FONTE: INFOPESSOAL

7 COMENTÁRIOS

  1. Olá Gustavo, tudo bem? Sou acadêmico do curso de Administração da UCS – RS, e acabei de ler o seu artigo no site "sobre adminsitração", e gostaria de uma dica.

    Estou trabalhando a cinco meses em um escritório de contabilidade, mas não estou me adptanto, e muito menos tento um bom relacionamento com colegas, a minha chefe mostra serios problemas pra conter o seu humor, principalmente quando leva uma "mijada" (perdoe o termo). Mas tenho medo de sair desse emprego e acabar sendo considerado uma pessoa que troca bastante de emprego.

    Meu emprego anterior foi um estágio de um ano e meio, anteriormente eu tive trabalhos na área de produção que não duraram mais que um ano (pois eu queria algo na área administrativa).

    Gostaria de saber o que você me recomenda, pois não estou mais conseguindo ter sáude e satifação no meu emprego atual. Peço demissão logo, ou me submeto a constantes problemas por mais um tempo? (e quanto tempo?)

    Desde já agradeço. Abraços

    • Olá Cleidemar, tudo bom?
      Olha, pelo que você relatou acima a sua situação é mesmo insustentável. Acredito que este rótulo de “pessoa que muda muito de emprego” é relativo. Só você sabe o que se passa em seu ambiente de trabalho, e muitas vezes estas experiências rápidas de trabalho nem precisam aparecer em seu currículo.
      Não posso dizer que você deve ou não mudar de emprego, mas acredito que deve pensar no que é melhor pra você, não só financeiramente mas como isto implica sua vida pessoa. Como você mesmo disse, esta situação acaba com sua saúde, bom humor etc.
      Analise sua situação com e sem o emprego, busque alguma outra vaga, planeje! Antes de mudar de emprego planeje como será sua vida depois disto. Acho que isso é o mais importante, ter em mente os prós e contras.
      Espero ter ajudado um pouco. Boa sorte em sua carreira!
      Obrigado pela visita!
      Grande abraço!

  2. Gustavo este post já faz muito tempo, mas queria uma “luz” para um problema.
    Hoje trabalho em uma empresa “multinacional”, acabei de receber uma promoção, mas não estou feliz, pensei que a promoção me faria sentir melhor mas não fez.
    Estou cansada, faço trabalhos que não considero uteis, sou +/- um pau p toda obra, tudo que aparece d+ eu tenho que fazer e o pior acaba se tornando minha responsabilidade.Tem também a questão do ambiente, ele é descontraido, mas não é isso que estou buscando sei que posso conseguir bons amigos em qualquer lugar, a questão é que o descontraido as vezes ultrapassa os limites me deixando um pouco chateada e envergonhada.Voltando a minha rotina sou formada em Adm. de Empresas, trabalho na área comercial, mas poucas das minhas atividades são voltadas para a area comercial, fico emitindo passagem aerea, reservando hotel, fazendo ligações, e agendando reuniões (não o tempo todo), mas não gosto disso, não quero ser uma secretaria não gosto deste tipo de trabalho, não me entenda errado é que não gosto.Trabalho aqui há 4 anos, já fui promovida 3 vezes e sei que tenho um futuro aqui, mas acho que não estou disposta a esperar, estou cansada as vezes sinto me comoda por estar proximo da minha casa.Recebi uma proposta para otima empresa de nome e uma das empresas que está se desenvolvendo muito no mercado, já ganhou vários premios de melhores empresas p se trabalhar entre outros.O salario não é muito diferente do meu e a empresa é mais longe, você acha que seria uma opção ruim?Eu pensei que é claro que lá meu caminho seja mais dificil que aqui porque onde estou a empresa é pequena e lá é maior, mas eu queria ver como é, porque hoje realmente não estou feliz com meu trabalho.

    • Olá Cristiane, tudo bom?
      Com base no que você relatou, acho que você está precisando sim de novos ares, novos desafios etc. Se você estiver disposta a fazer esta mudança em sua vida, pode ser uma experiência bacana sim. Pelo mesmo salário, mesma função e com um serviço que você gosta mais, pode ser bacana sim. Você precisa pesar todos os prós e contras, conhecer melhor o outro serviço e tomar a decisão certa. Se você estiver decidida, disposta a ir mais longe um pouco por uma oportunidade melhor, acho que seria interessante para você e sua carreia, motivando-a ainda mais ao trabalho.
      Espero ter ajudado. Boa sorte!
      Obrigado pela visita e comentário. Um abraço.

      • Oi Gustavo tudo bem sim e você?
        Então eu fico com um pouco de medo de mudar de emprego e acho que é até normal, mas não podemos perder grandes oportunidades por medo de perde o comodo, né?
        Eu sempre penso que meu gestor pode ficar chateado comigo, visto que acabei de receber uma promoção e que ele vem me fazendo promessas de que futuramente conseguirei as coisas aqui na empresa, é como eu disse existe sim a possibilidade de ser promovida para outra área ou até mesmo na função, mas realmente estou infeliz com as pessoas, com as brincadeiras e com a minha rotina profissional, não consigo aceitar que trabalho na área comercial sou formada em Administração de Empresas e sou um quebra galho e secretária.Infelizmente não é isso que quero para meu futuro.Isso me deixa desmotivida e chateada não gosto de ter que fazer ligações e agendar salas de reunião.Não gosto das fofocas que rolam por aqui.As vezes me sinto acomodada por estar trabalhando proximo da minha casa e de estar em uma empresa por mais de 4 anos, mas ainda sinto que não é isso que estou buscando.Obrigada pela ajuda é bom desabafar.

  3. Bom Dia

    Gustavo estou com um problema que não é considerado “problema” mas minha situação é a seguinte, estou exercendo uma função na empresa que estou mas pelo dinheiro, estou fazendo um ótimo trabalho e recebi uma promoção, mas a promoção é muito pior do que a função que exerco, não é se desfazendo da promoção, mas o salário é menor do que o atual, sinceramente estou triste tanto fisicamente quanto espiritualmente, minha intuição é de sair da empresa e ir atrás de uma área que eu me dedique tranquilamente pois estou infeliz até com colegas. gostaria de sua opinião, abraços.

    Atenciosamente

    Leandro Moreira

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here