por Edison Katsumi Miyada Junior

Nos últimos 13 anos, a Zappos.com disparou de zero vendas pra mais de 1 bilhão de dólares em renda bruta anualmente, obtidos com consumidores fiéis e divulgação entre amigos. A empresa também saiu por dois anos seguidos na lista anual da Fortune “Melhores Empresas para Trabalhar”. Seu CEO, Tony Hsieh, contou ao jornal Huffington Post a influência do poker em sua vida de negócios.

Em 99, poker ainda não era uma atividade generalizada, e muitos nunca haviam ouvido falar de eventos como a World Series of Poker. Tony Hsieh começou a jogar poker na faculdade, e considerava o esporte apenas uma forma divertida de apostar, ganha com sorte, blefes e lendo pessoas. Após um encontro acidental com a lógica por trás do jogo, Tony aprendeu que para a versão Hold’em nenhum dos três fatores eram importantes de verdade. Para cada mão e rodada de apostas (aprenda mais sobre as regras do poker), existe uma maneira matematicamente correta de agir, levando em conta as chances da sua mão, o número de apostas e o número de fichas.

Entender a matemática por trás do hold’em e jogar contra pessoas que não entendem é como ter uma moeda que aterrissa em Cara 1/3 das vezes, e em Coroa 2/3, e você tem a opção de apostar em Coroa toda vez. Mesmo que você perca mãos individuais, a longo prazo você com certeza ganhará dinheiro. Isso é uma das coisas mais interessantes a se aprender sobre jogar poker: não confundir ter uma estratégia boa com ganhar todas as mãos. Uma mão ganha não é sinal de estratégia eficiente, e uma mão perdida não é sinal de que é hora de desistir.

 poker

Após essas conclusões, Tony começou a notar similaridades entre uma boa estratégia de poker e uma boa estratégia de negócios, especialmente quando se trata da separação entre planejamento a curto e longo prazo. Ele listou algumas destas similaridades e lições que ele aprendeu em poker e aplicou aos seus negócios:

Avaliar oportunidades de mercado

  • A seleção da mesa (mercado) é a decisão mais importante a fazer;
  • Tudo bem mudar de mesa se você sentir que ela é difícil demais de vencer;
  • Se existe muita competição (mesmo irracional ou inexperiente), fica mais difícil de vencer, mesmo sendo o melhor da mesa.

Marketing e Branding

  • Pareça fraco quando estiver forte, e forte quando estiver fraco. Saiba quando blefar.

Financeiro

  • Sempre esteja preparado para o pior cenário possível;
  • A pessoa que ganha a maioria das mãos não é necessariamente a pessoa que termina o jogo com mais dinheiro, e o mesmo vale pra pessoa que não perde nenhuma mão;
  • Certifique-se de que você consegue bancar os riscos que está tomando, e jogue apenas com o que pode perder.

Estratégia

  • Não jogue jogos que não entende, mesmo que veja pessoas ganhando muito dinheiro com eles;
  • Aprenda a jogar enquanto não estiver apostando muito;
  • Diferencie-se do resto da mesa, e faça o que os outros não estão fazendo;
  • Esperança não é um plano, muito menos um plano de negócios.

Aprendizado contínuo

  • Se eduque. Leia livros e aprenda com outros que já passaram pelo que você passou;
  • Aprenda fazendo. Teoria é boa, mas experiência é essencial;
  • Aprenda se cercando de jogadores talentosos.

Comportamento

  • Você tem que amar o jogo. Para se tornar bom de verdade, tem que viver o jogo;
  • Divida o que aprendeu com os outros;
  • Procure oportunidades além do jogo que se sentou para jogar. Você nunca sabe quem conhecerá durante uma partida;
  • Divirta-se. O jogo é muito mais diverto quando você está tentando fazer mais do que ganhar dinheiro.

Estas são algumas dicas importantes que podemos tirar das lições que Tony Hsieh tirou de sua experiência com o poker. São dicas que podemos perfeitamente aplicar ao mundo dos negócios e, também, a nossa carreira profissional. Basta olharmos com mais cuidado para percebermos como podemos tirar lições valiosas sobre gestão, empreendedorismo e administração de atividades comuns de nosso dia a dia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here