Home Plano de Negócios

Como criar e montar um Plano de Negócios – Parte 4

3

64 Flares 64 Flares ×

Como criar e montar um Plano de Negócios   Parte 4Este é o quarto post da série especial “Como montar um plano de negócios” do blog Sobre Administração. Seu objetivo é explicar passo-a-passo como planejar e montar um plano de negócios de forma clara e objetiva. Ajudando você a ter sucesso em seu novo negócio.

Recomendo que você leia a primeira, a segunda e a terceira parte da série especial para uma melhor compreensão. Tome nota!

6 Plano de marketing

Após a empresa definir sua estratégia e planejar suas ações, se faz necessária a criação de um Plano de Marketing, contemplando a forma como o empreendedor deseja levar seu produto ao mercado. Nele devem estar contidas as formas como:

  • Ele venderá seus produtos/serviços;
  • Como pretende conquistar seus clientes (diferenciais no atendimento e produto/serviço);
  • A política de preços adotada;
  • Os canais de distribuição que serão explorados;
  • Quais as estratégias de promoção e publicidade adotada.

A apresentação do Plano de Marketing, como se pode notar, tem grande importância para o sucesso do Plano de Negócios. É a forma que o leitor tem de conhecer as estratégias traçadas e as formas de atuação escolhidas pela empresa.

6.1 Estratégias de Vendas

Dentro do Plano de Marketing, o empreendedor precisa descrever qual será a estratégia de vendas a ser adotada. Qual seu público-alvo, qual a melhor forma de chegar até ele, como será feita esta abordagem e qual o argumento de vendas utilizado. Tudo isto deve estar descrito em seu plano de negócios.

Descreve-se aqui qual o público-alvo ao qual o produto/serviço será dirigido e como será apresentado para venda. Aqui o empreendedor deve explicitar o argumento central de venda que irá adotar, ou seja, o que será enfatizado em seu produto/serviço como ponto forte para que ele seja atrativo o seu público alvo. Por exemplo, pode-se enfatizar o fator preço, qualidade, marca, garantia/assistência técnica, benefícios potenciais ao cliente etc.

6.2 Diferencial Competitivo do produto

Em que o seu produto/serviço difere do dos concorrentes? Como ele conquistará os clientes? Qual o valor que será destacado em sua campanha publicitária? Será eficaz? Estas perguntas devem nortear o processo produtivo e de divulgação do produto. É preciso identificar as características que diferem o seu produto/serviço da concorrência. O que fará os consumidores escolherem sua empresa ao invés de optarem pela concorrência?

O empreendedor precisa escolher em que área irá atuar e ser bom no que fará. Não há possibilidade de ser bom em todas as áreas. Concentre seus esforços no que trará sucesso para seu produto/serviço e sua empresa.

6.3 Distribuição

Quais canais de distribuição serão utilizados para que seu produto/serviço possa chegar até seu cliente? Esta pergunta tira o sono de muitos empreendedores hoje em dia. O número de possíveis clientes de um produto, com certeza, é bem maior hoje que há alguns anos atrás. É preciso definir o meio de distribuição, o tempo de entrega, a forma de acondicionamento da mercadoria etc.

Aquilo que você vende deve atender a todo seu mercado de atuação. Não há nada mais frustrante nos dias de hoje do que o consumidor escolher algo que sempre quis em um site, por exemplo, e depois constatar que a tal loja não entrega em sua cidade. É necessário que o empreendedor defina como divulgará seu produto e as formas que serão utilizadas para entregá-lo aos clientes.

6.4 Política de preços

Este item tem uma importância significativa para a empresa e por isso precisa de uma atenção especial. Aqui serão demonstrados os preços que serão praticados para cada produto/serviço, bem como a margem de lucro pretendida e as justificativas que tornarão tais preços mais atraentes para o consumidor.

O empreendedor precisa demonstrar qual será sua estratégia de preços, em que se baseia esta estratégia e como ele planeja adotá-la com eficiência. Uma prática interessante neste ponto seria uma pesquisa detalhada dos preços de seus concorrentes, com posterior elaboração de uma lista, a fim de conhecer o que se cobra no mercado e, assim, mensurar com maior precisão os lucros que terá e a possibilidade de ser mais competitivo que seus concorrentes.

Importante demonstrar neste ponto também, questões que justifiquem toda sua política. Exemplificando como tal política se comportará com grandes e pequenos volumes vendidos, com baixa e alta demanda etc. É evidente que não se pode precisar exatamente como serão estes comportamentos, mas é importante que você tenha em conta algumas projeções possíveis do comportamento de sua política de preços.

No próximo e último post da série, você aprenderá um pouco sobre Planejamento e desenvolvimento do projeto. Até lá!