Se você leu os posts anteriores sobre Kaizen e metodologia 5S e está pensando que o Kanban é mais uma filosofia empresarial de origem oriental, você está certo! Kanban é uma palavra japonesa que significa “cartões coloridos” e foi criado na década de 1950, na fábrica automobilística da Toyota.

A técnica Kanban tem como premissa básica o conceito Just in time, que, resumidamente, corresponde ao conceito de eliminação de estoques através da requisição de quantidades exatas de materiais no momento exato de sua produção ou execução, conhecida como produção “puxada”. Ou seja, ter somente a quantidade de material necessária para a fabricação do que o cliente necessita.

Mas como funcionam estes cartões coloridos?

Kanban

Geralmente o método Kanban é utilizado nas empresas através de um esquema composto por retângulos de papel colorido colocados em envelopes de vinil, sempre em um local visível a todos os envolvidos. Usualmente existem 2 diferentes tipos de cartões:

  • Kan Ban de requisição;
  • Kan Ban de ordem de produção.

O Kan Ban de requisição detalha a quantidade que o processo subseqüente deve retirar nos setores de abastecimento, enquanto o Kan Ban de ordem de produção determina a quantidade que o processo precedente deve produzir. É um sinal que autoriza a produção da quantidade de um item.

Então, estes cartões irão circular entre os setores de produção e abastecimento da empresa, fornecendo informações de retirada de peças e produção, gerando assim uma interação entre as operações produtivas, bem como um equilíbrio geral que favorece a utilização do método de produção Just in time.

Vantagens da utilização do Kanban

A grande vantagem da utilização do sistema Kanban para as empresas, claro, é a redução de custos. Isto por que as empresas ao manterem em estoque apenas o que irão prontamente consumir conseguem uma maior disponibilidade de capital de giro, não tendo a necessidade de manter grande capital imobilizado sem saber quando os materiais serão utilizados. Outras vantagens obtidas com a utilização do método Kanban:

  • Uma maior capacidade total das linhas produtivas, já que os setores produtivos são mais bem aproveitados;
  • Antecipação dos prazos de entrega dos produtos finais aos clientes, já que as quantidades de materiais para a produção estão sempre disponíveis na quantidade “puxada” por este cliente;
  • Redução do nível de existência de produtos finais em estoque. Novamente uma vantagem da produção “puxada”.
Você trabalha ou já trabalhou com este método? Conte para nós sua experiência ou de alguma empresa com o Kanban através dos comentários abaixo. Compartilhe, participe!

18 COMENTÁRIOS

  1. Olá,

    Sou estudante de adm esotu no 2ºano, quanto ao material publicado as colocações estão bem dimensionadas, pelo fato da busca constante hoje das empresas no atual cenário competitivo conforme os fatores: qualidade, prazo, atendiemnto, segurança e moral da equipe.

    Embora seja acadêmico atualmente em adm, trabalho com o fator qualidade e just in time dentro outras desde 1994, quando tive a oportunidade de conhecer o SGQ e dai para frente não parei mais, por outro lado sou adepto da cultura oriental, com relação ao modo de produzir ou seja, desenvolvimento e crecimento humano em primeiro lugar, fatores chaves para qualquer organização na aplicação das ferramentas mencionadas programa 5S(utilização,organização,limpeza,padronizar e auto disciplina) requisitos primordias para um sistema Kanban.

    Obrigado pela matéria e oportunidade de opinar,

    Aldo Portal

  2. […] os empresários têm em mente a necessidade de estarem sempre cortando custos em suas empresas. Isto ocorre pela necessidade de serem sempre eficazes com o menor custo […]

  3. Eu sou formado em Administração e trabalhei na Appa no Paraná, na função de Fiel de Armazém de importação. Uma indústria fabricante de caminhões em Curitiba executou a importação de fechaduras das portas para um grande lote. As fechaduras chegaram; todas das portas direitas e nenhuma da porta esquerda. O estoque de caminhões ficou no pátio até a chegada do lote correto. Durante a ansiedade dos importadores, as fechaduras chegaram, mas a burocracia alfandegária levaria vários dias para a liberação, até que me procuraram para a retirada daquele dito lote. Sem problemas, contanto que a APPA e a RFB aceitassem um requerimento com uma boa justificativa. O lote de fechadura foi entregue por uma feliz sugestão. Muitas vezes, o Kan Ban falha.

  4. Egberto Ribeiro o kanban não falhou, o que falhou que a pessoa não deu devida importância ao Kanban e previu que seria manuseado muitas vezes e colocar de forma que não caisse. Mas como caiu entra ai o tal do KAIZEN .

  5. Bom artigo, Cláudia. Eu trabalho no Sicoob e lá usamos o Kanban para controle das horas e das atividades. Até o momento, não tivemos problemas com a forma de produção de softwares ou novas funcionalidades em softwares existentes. É muito simples, ágil e só depende de ser definida a filosofia do processo para poder usá-lo com eficiência.

  6. Bom dia! Sou enfermeira e já tive experiência com o Kanban na sala de emergência de um grande pronto socorro, onde os pacientes não devem permanecer mais do que 12 horas. Foi muito interessante. Ele era classificado pelo tempo de permanência na emergência e o que faltava para sua alta ou transferência para outra unidade. Foi muito útil.

  7. Oi Claudia! Eu quero mesmo confirmar as suas palavras 🙂 Na minha empresa estamos a seguir o Kanban (www.kanbantool.com) é um apoio real. Percebi que esta app ajuda econimizar o tempo e organiza o nosso trabalho. As colegas que não conseguiam completar uma tarefinha no prazo, podem sempre contar com ajuda do equipe 🙂 O Kanban salva a vida profissional 🙂

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here