Quem já participou de processos para estágios e trainees geralmente tem uma boa ideia do que vestir para uma etapa presencial. Mas quem está sendo chamado agora para as primeiras dinâmicas pode ficar em dúvida: “Preciso ir de terno?”, “Devo usar calça social ou jeans?”, e por aí vai.

Para tentar ajudar, resolvemos dar algumas dicas simples e exemplos do que costuma ser usado, assim você não corre o risco de destoar muito dos outros candidatos!

Uma pesquisa recente da Catho Online mostrou que os recrutadores têm algumas preferências: para os homens, cabelos curtos e terno preto, sem barba ou bigode. Para as mulheres, o ideal é vestir um terninho, com maquiagem e acessórios discretos.

A melhor forma de escolher a roupa para uma dinâmica, painel ou entrevista é pensar em como você se vestiria se fosse trabalhar naquela empresa. A maioria das grandes empresas adota um padrão mais formal para o dia-a-dia (não necessariamente terno e gravata ou terninhos todos os dias, mas roupas sociais). O jeans costuma ser permitido por algumas organizações nas sextas-feiras, nos chamados casual days oucasual fridays.

Então, vamos às dicas e exemplos:

Homens

Vocês podem ir de terno (preto, azul marinho e cinza são as melhores cores) e nunca vão errar. Também é uma ótima opção a calça social com camisa, principalmente quando a etapa acontece em uma cidade de clima quente. A gravata pode ser dispensada na fase de dinâmicas, mas se você for aprovado para um painel ou entrevista com diretores, a situação se torna um pouco mais formal e é melhor usá-la. O jeans é uma boa opção se você conhece a empresa e sabe que o ambiente é mais informal e moderno. Basta combinar com camisa ou blazer e sapatos. O melhor é evitar os tênis e camiseta em qualquer situação de entrevista ou dinâmica.

Mulheres

Vocês podem variar mais do que os homens. Desde o terninho, que pode ser usado com camisas ou blusas diferentes, passando pelo tailleur, até combinar uma calça social ou saia com camisas, blazers, casacos e blusas de tecidos mais nobres. Evite sempre decotes, blusas transparentes ou abertas, de alcinhas ou sem mangas, assim como calças muito justas ou saias curtas. Os sapatos podem ou não ter saltos; hoje em dia as sapatilhas são usadas também com roupas sociais, e são mais confortáveis caso a etapa presencial seja longa.

Acessórios como lenços dão um toque especial, mas é bom evitar os muito chamativos. Ao escolher brincos, pulseiras e colares, fuja dos muito grandes e, principalmente, aqueles que fazem barulhos quando você anda e se mexe.

Se a empresa for mais informal, vá de jeans sem problemas. Com blazer ou uma blusa mais elegante e um sapato bonito, é uma opção confortável e adequada.

Além da roupa, os cuidados com cabelos, unhas e barba são importantes. Se você usa barba normalmente, lembre-se de apará-la um pouco, para não dar impressão de desleixo. Se você pinta os cabelos, é legal retocar as raízes e também fazer as unhas. Tudo isso mostra que você dá importância aos detalhes.

O segredo é mesmo usar o bom senso. Todo mundo tem uma noção (seja por filmes, revistas ou pelo que vê nas ruas) do que as pessoas vestem para trabalhar, então pense em uma roupa discreta e que passe uma imagem séria e profissional. E caso você não conheça o perfil da empresa, é preferível errar para mais do que para menos. Ou seja, melhor ser o único de terno quando os outros vestem jeans, do que ser o único de jeans quando todos estão de terno, certo?

Você não vai ser avaliado pela forma como está vestido, mas esse é um ponto importante porque pode afetar seu comportamento durante a dinâmica. Você precisa se sentir confortável e adequado ao ambiente para agir naturalmente e manter uma postura confiante. O ponto principal é: não procure chamar a atenção para você pela aparência física. É muito melhor impressionar os recrutadores pelo seu currículo, experiência e atitude.

Esperamos que aproveitem as dicas!

FONTE: O ótimo Quem quer ser Trainee?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here