O profissional que procura uma oportunidade para atuar em órgãos públicos deve ficar atento. O governo enviou ao Congresso Nacional uma proposta orçamentária que prevê a abertura de 19.672 vagas em 2011.

Segundo o Ministério do Planejamento, o número faz parte de um total de até 25.334 vagas previstas para admissão e contratação no próximo ano. Esses postos referem-se a cargos já existentes e novos, incluindo efetivos e comissionados.

A diferença de 5.662 vagas refere-se a 3.346 ainda não criadas, de 2.121 cargos e funções comissionados com criação prevista em projetos de lei que já tramitam no Congresso, e 195 vagas destinadas para provimento de militares da Aeronáutica.

Aposentadoria


O secretário de Gestão, Tiago Falcão, explica que a programação de concursos para 2011 leva em consideração a possibilidade de 10 mil aposentadorias ao ano no Poder Executivo Federal.

Em relação às despesas, o ministério indica que, se todos os ingressos ocorrerem em 2011, os custos serão de R$ 1,23 bilhão. Se for considerado o dado anualizado, esse valor passa para R$ 2,18 bilhões ao ano.

Como estudar


Para quem decidiu seguir carreira pública, é preciso estudar, pois a concorrência é acirrada. Uma das dicas é estudar o conteúdo da prova descrito no edital. Os cursos preparatórios podem ajudar, já que os professores passam dicas de cada matéria.

Mas quem acredita que a responsabilidade da aprovação depende do curso e dos professores está enganado. A aprovação depende do esforço do aluno fora da sala de aula. É importante também descobrir qual a maneira de estudo que faz com que o candidato aprenda mais.

Algumas pessoas aprendem mais ao gravar a aula, outras preferem escrever tudo o que foi passado,  enquanto algumas são mais visuais, têm melhor entendimento por meio de gráficos.

No momento do exame, é importante que o candidato controle a ansiedade e saiba administrar o tempo de cada questão. A administração do tempo depende do formato da prova e da organizadora que a prepara, já que esta pode ser mais interpretativa, dedutiva, conceitual, entre outras. Vale lembrar que o aluno que se prepara se sente mais confiante.

FONTE: Infomoney, por Karla Santana Mamona

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here