As pequenas empresas são consideradas as maiores geradoras de empregos e uma das maiores geradoras de inovação no nosso mercado. Porém, quem cuida de uma pequena empresa sabe o quão complicado é conseguir tempo e recursos para moldar uma cultura de inovação, tendo que lidar com restrições tradicionais, como a de caixa e pessoal. Então, eu pergunto: como pode as pequenas empresas conseguirem implementar tantas inovações?

A resposta está na facilidade em moldar seus processos e sua cultura inovadora, por conta do seu tamanho e flexibilidade, mesmo com as dificuldades encontradas. Nas grandes empresas esta dificuldade é ainda maior, sendo que são poucas as grandes empresas reconhecidas por sua força inovadora, como a 3M, por exemplo.

Muitas das grandes empresas têm dificuldade em lidar com o seu gigantismo, uma vez que é muito mais fácil catequizar 12 funcionários do que 12 mil. Desta forma, se a pequena empresa conseguir se desenvolver, desde o início de suas atividades, com esta cultura, mesmo quando ela tiver seus 12 mil funcionários, tal cultura já estará no DNA da empresa e de seus colaboradores.

Assim vou deixar algumas dicas para que você consiga criar uma cultura inovadora em sua empresa:

Permita e incentive seus funcionários a resolverem problemas: Mais importante do que identificar os problemas é garantir que seus funcionários tenham a autonomia e a iniciativa para resolvê-los. Quando um funcionário vem até você apresentando um novo problema, é muito importante que você faça a seguinte pergunta: “Como podemos resolver este problema?”.

A experiência de seus funcionários será fundamental para uma solução eficiente dos problemas que surgem dentro da empresa. Esta prática de incentivo à solução dos problemas por parte dos colaboradores cria uma cultura onde os mesmos sempre procurarão resolver os problemas o quanto antes, evitando danos maiores.

Traga seus principais clientes para conhecer o interior de sua empresa: Já discutimos sobre como identificar seus principais clientes, e agora é hora de levá-los para conhecer partes do seu processo de produção. Esta prática ainda pouco comum, permitirá que os seus melhores clientes dêem sugestões a respeito de possíveis melhorias em seus produtos, coisas que poderiam ser implementadas, outras que deveriam ser modificadas etc. Esta, sem dúvidas, é uma forma diferente de prestigiar seus clientes e ainda obter um feedback direto sobre seu produto/serviço.

Permita que seus funcionários aprendam mais de uma função na empresa: Mais importante que ter gerentes polivalentes com múltiplas competências é ter a cultura de desenvolver funcionários que conheçam os principais métodos e processos da empresa. De tempos em tempos leve funcionários para conhecer e vivenciar diferentes partes da empresa e crie uma cultura de diálogo entre eles. A experiência repassada pelos colaboradores antigos e a vivência em todas as áreas da empresa tornará sua equipe ainda mais forte.

Permita que seus funcionários mudem: É importante que seus funcionários possam desenvolver o ambiente de trabalho que melhor se adapta a eles. Lógico que é importante ter um padrão, mas devemos customizá-los o máximo possível para uma experiência satisfatória para os colaboradores, assim como é importante permitir que os colaboradores possam tirar um tempo para seus projetos pessoais dentro da empresa. Incentivar seus funcionário a criar novas idéias é a principal arma para o aparecimento de intraempreendedores.

E vocês, o que fazem para fomentar a inovação em suas organizações?

8 COMENTÁRIOS

  1. Olá, tudo bem?

    E sou Ricardo Rosa, sou responsável pela Produção online do Programa Avesso ( http://www.avesso.com.br ). Um programa onde você fica por dentro dos bastidores das ações de comunicação das principais marcas no Brasil.

    Fiz uma visita aqui no blog e queria dizer que o trabalho que vem desenvolvendo é ótimo e está de parabéns!!!

    Nós desenvolvemos parcerias com blogs de diversas áreas, como: comunicação, moda, design, sustentabilidade, esportes entre outros. Gostaríamos muito de ter você como parceiro do Programa Avesso.

    Se houver intresse, acesse o nosso site http://www.avesso.com.br , e assista aos nossos programas.

    Aguardo seu retorno!

    Um grande abraço.

    Ricardo Rosa
    ricardo@avessotv.com.br
    Tel. (11) 3578-0777
    ____________________ http://www.avesso.com.br http://www.meadiciona.com.br/avessotv

  2. Concordo que em um microempresa a inovação pode enfrentar menos obstáculos já que o acesso a quem toma as decisões finais (o dono) é mais fácil. No entanto faço duas observações;

    – Os proprietários de pequenas empresas, na maioria dos casos, temem inovar, pois partem do princípio de "não mexer em time em que está ganhando".

    – O funcionário "criativo" tem de ser ao mesmo tempo "político" e, acredite, são raro os casos de pessoas que possuem estes dois atributos simultaneamente. Os criativos gostam de liberdade e às vezes são até ingênuos em sua boa intenção. Pode acontecer de, ao tentar ajudar e propor idéias novas, o chefe pelo motivo acima, tende a disuadir este colaborador ou pior, pode dispensá-lo para não "contaminar" os demais.

    Infelizmente a cultura empresarial brasileira é criativa, mas não inovadora. No caso das pequenas empresas é pior pois toda mudança tem de, antes, passar pela mentalidade de quem comanda. E, pelo fato de, na maioria das vezes as empresas serem familiares, muitas vezes, na sucessão não há continuidade. Aliás, o tema da continuidade das empresas familiares daria um ótimo post.

    Mais uma vez, como preví, um post que, em suas simplicidade de linhas consegue abordar um assunto tão importantes que, no entanto muitos desconhecem.

    Obrigado pelo belo trabalho.

    • Obrigado Reinaldo pela constante participação!

      Bom, acredito que muitos empresários tem uma miopia a respeito da inovação, acreditam que para inovar é necessário algo grande e que ele como empreendedor geralmente é o centro da inovação, o que não é verdade, um exemplo, mudamos a pouco tempo uma peça de uma maquina nossa por sugestão de um funcionário o que aumentou em 20% o mix de produtos dela. São pequenas ações que o pequeno empresário deveria focar.

  3. Esse seria o modelo ideal para as pequenas empresas, mas o que encontramos por aí, são empresas que não dão condições mínimas de estrutura e profissionalismo.
    Encontramos funcionários despreparados e desmotivados, falta respeito entre os companheiros de trabalho, baixa remuneração e nenhuma possibilidade de crescimento profissional.
    Diante desse quadro, acho difícil implementar inovações.

    • Obrigado pela colaboração Alexandre Leonel!

      Sempre foco que sem treinamento você não possui um ambiente onde exista a inovação, mesmo quando sua empresa é de baixo custo, você deve manter bons níveis de investimento nos colaboradores. Como faz a southwest airlines, se existe investimento nos colaboradores provavelmente chegaram a respostas que o gestor não chegaria individualmente. Assim é possível implementar inovações.

  4. Caro Claudio Henrique,

    Eu concordo com suas idéias, acredito que as empresas contemporâneas carregam muito essa cultura, haja vista a velocidade que as tecnologias e metodologias administrativas se tornam obsoletas, isso tudo por conta e um mercado extremamente globalizado e propício para culturas como essa.

    Com sua experiência na aplicação desse modelo de gestão, você acredita que os liderados também podem influenciar os seus líderes? De que maneira isso pode acontecer?

    Desde já agradeço pela atenção e parabéns pelo sucesso!

    • Alison, acredito sim que os liderados também podem influenciar os lideres, isto ocorre quando o lider compreende que a maior vivencia dentro da sua área pertence aos funcionários e não aos lideres, quando ele aprende a ouvir e motiva seus funcionários a opinar sobre diversos assuntos da empresa, pois acredito que o bom lider não é aquele que possui muito talento, e sim aquele que se cerca de pessoas talentosas e utiliza o potencial delas para o bem da organização, te aconselho o livro workout da GE, que conta o modelo de inovação desenvolvido pelo guru Jeck Welch dentro da General Eletrics.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here