As empresas em geral possuem diferentes critérios e formatações para a elaboração dos seus relatórios de auditoria. Porém, um fator muito importante deve ser comum a todas, a clareza e a objetividade do relatório.

Relatórios de auditoria

Os relatórios de auditoria representam a concretização do que foi realmente vivenciado em auditoria. E, neste caso, um erro de interpretação pode por tudo a perder.

relatórios de auditoriaDesta forma, um texto bem elaborado precisa relatar as não conformidades apuradas, observações e considerações, bem como informações que são indispensáveis em qualquer espécie de relatório, como: data, local e responsável pelo procedimento.

Alguns passos simples, mas muito importantes, podem auxiliá-lo na correta preparação de um relatório de auditoria:

– Tenha um sucinto conhecimento dos processos que serão auditados, para não correr o risco de que inconsistências não sejam percebidas e, consequentemente, não sejam citadas. Escrever sobre algo que se conhece é muito melhor.

– Agrupe as não conformidades constatadas, detalhando-as por setor.

– Reúna provas, que serão anexos/complementos do seu relatório (fotos, formulários e outros).

– Não utilize uma linguagem muito complexa. Caso seja indispensável o uso de termos técnicos ou siglas, insira a definição dos mesmos no texto.

– Pontue também os fatos positivos verificados na auditoria.

– Faça uma análise crítica sugerindo/recomendando o que pode ser melhorado no processo.

Elaborando um relatório desta forma, além de tornar o texto mais objetivo, ele será visto com maior interesse e credibilidade pelo leitor. O que facilitará o entendimento e a tomada de decisão dos gestores.

E você, já participou de alguma auditoria? Já precisou criar algum relatório de auditoria? Conte para nós sobre sua experiência. Complemente nosso post com suas dicas, participe, comente!

4 COMENTÁRIOS

  1. Olá, Priscila!

    A relevância do tema vem aumentando, a medida que a eficácia dos SGQ são cada vez mais exigidas pelos gestores.Como profissional da área de Gestão da Qualidade, com vivência em auditorias internas posso me aventurar a dizer que “tão importante quanto ver, é saber descrever o que se viu”.

    Jurandir dos Santos
    Analista de Gestão da Qualidade

  2. Certamente Jurandir. Saber descrever de forma objetiva e ao mesmo tempo de forma abrangente é um desafio constante no trabalho do auditor, que deve elaborar um relatório que não gerem questinamentos sobre a forma auditada, portanto ´´e de grande importância a preparação e desenvolvimento do avaliador antes e pós auditoria.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here