O sonho de todo empreendedor é ver o seu negócio nascer e se desenvolver. Nada é mais prazeroso que ver aquela idéia se tornar um grande negócio, porém o crescimento pode ser ruim para sua empresa como qualquer outro problema caso não seja algo muito bem planejado. Por isso, a empresa tem que se estruturar para um crescimento orgânico ou inorgânico.

Chamamos de crescimento orgânico o crescimento gradual e planejado do seu negócio dentro de suas próprias competências. Por exemplo, o lançamento de novos produtos após boas pesquisas de mercado é algo que indica um crescimento orgânico. O crescimento inorgânico acontece externamente à empresa, como por exemplo, com a aquisição de novas empresas.

Para o alto e avante!

A forma mais rápida de crescimento é o crescimento inorgânico, uma vez que é possível dobrar o tamanho de sua empresa e seu mercado em apenas um dia. Porém, os custos e o nível de complexidade acompanham o nível de crescimento da sua empresa, uma fusão ou aquisição é algo caro e trabalhoso para se fazer, e deve se ter muito cuidado. Afinal, as empresas não tem apenas um lado bom, então muita coisa ruim vai vim com ela, o que é necessário filtrar bem.

Já o crescimento orgânico é mais lento e gradual, o que permite à empresa ter controle gerencial sobre o mesmo, caso seja feito um bom planejamento. Vou deixar logo abaixo algumas dicas para você se preparar para este importante momento:

Tenha um fluxo de caixa que permita sua empresa crescer: Esta deve ser a tecla mais apertada em sua “cabeça gerencial”, o seu fluxo de caixa deve permitir seu crescimento, não adianta exagerar em capital oneroso para financiar um crescimento que não é sustentável. Muitas empresas com grande potencial viram seu fim por não respeitar esta importante regra.

Fique de olho no RH: Quanto maior for seu crescimento, maior será sua demanda por bons funcionários e, principalmente, por funcionários produtivos. A tentação de manter uma equipe numerosa é grande, porém tente mantê-la o mais enxuta possível.

Formalize e descreva tudo: Aqui entra um bom plano de cargos e salários, cronogramas e fluxogramas das funções, 5W2H, entre outras ferramentas que servem para gerenciar processos e permitir que qualquer funcionário visualize quais são suas responsabilidades na empresa.

Olhe para dentro e fora de sua empresa: Utilize ferramentas como a matriz SWOT e a matriz BCG para conseguir conhecer o que sua empresa faz de melhor. Procure sempre melhorar o que são seus pontos fortes e tente amenizar seus pontos fracos.

Utilize-se do CRM:CRM (Customer Relationship Management) é uma ferramenta que vai lhe permitir responder rapidamente às mudanças do mercado. Quanto mais sólido seu banco de dados, melhor vai ser seu planejamento de relacionamento com cliente. Tente agir mais do que reagir no mercado e utilize destas importantes informações para isto.

Fique de olho na qualidade e na padronização: Qualidade não é um adjetivo, ou seja, você não precisa ter apenas qualidade e sim uma boa qualidade em seus processos, para isto é necessário conseguir fazer tudo com padronização. E busque sempre a melhoria continua para isto, como no Kaizen, seja hoje melhor do que ontem, e amanha melhor do que hoje.

Estas foram algumas dicas para que você possa crescer de forma sustentável e organizada. E você, tem alguma coisa para nos contar?

6 COMENTÁRIOS

    • Olá marketing empresarial, tudo bem?
      Exato, as empresas acabam quebrando por não conseguir gerenciar bem o seu crescimento, deixando pontos importantes sem a devida atenção.

      Obrigado pela participação.
      Abraço

  1. […] Dicas para empreendedores: Como gerenciar o crescimento da empresa […]

  2. Parabens pelo post.

    Creio que será de muita ajuda para empresas que não possuem uma base administrativa com nível profissional.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here