Empreendedorismo e o fracasso

5
542 Flares 542 Flares ×

“O medo tem alguma utilidade, mas a covardia não.”

(Mahatma Gandhi)

Se todos os empreendedores se utilizassem das estatísticas sobre novos negócios no Brasil como norte para alimentar a sua força empreendedora, provavelmente não teríamos novas empresas sendo abertas nos dias de hoje. Pesquisa realizada pelo Sebrae em 2000 mostrou que cerca de 71% das empresas vão à falência com menos de 5 anos de vida. Este dado assustador mostra que o  empreendedorismo é uma ação de alto risco.

Empreendedorismo e o fracassoPorém, felizmente, acabamos sempre por encontrar diversas histórias de empreendedorismo que deram certo e que nos motivam a procurar nosso lugar no mercado. É possível sim se dar bem neste meio e fazer sucesso. Mesmo tendo ouvido tantas histórias de sucesso e fracasso, posso afirmar que o fracasso no empreendedorismo é apenas uma opção.

Uma coisa que aprendi nesta minha recente vida como gestor é que o fracasso não deve ser visto como algo puramente ruim. Não acredito que ninguém consiga sempre seguir em uma linha reta de sucesso sem nenhum imprevisto durante sua vida empreendedora. Nada nos ensina mais do que o fracasso.

O fracasso é muito doloroso, machuca nosso ego, nos faz pensar em desistir dos nossos sonhos enquanto empresários. Porém, ninguém vai lhe ensinar lições tão valorosas na vida quanto ele. Temos que aprender com o fracasso para saber como acertar na próxima tentativa.

Não devemos ter medo de fracassar, o fracasso significa que nós assumimos um risco, e sem assumir estes riscos nossas empresas não crescem. Grande parte das pessoas vivem dentro de sua zona de conforto com medo de errarem, porém, como mostra o vídeo abaixo, grandes nomes da nossa história recente chegaram ao sucesso através do método de tentativa e erro, superando seus fracassos e vencendo em suas áreas de atuação. Sempre com muita perseverança. Veja o vídeo:


“Se você nunca falhou, você nunca viveu”.

Além dos belos exemplos citados no vídeo acima, temos um ótimo exemplo de como até os gigantes falham: o Google e a Microsoft. Se observarem bem os muitos produtos desenvolvidos por elas ao longo do anos, perceberá que muitos não vingaram, o que nos mostra que o fracasso está presente dentro das mais diversas organizações, das pequenas às grandes. E todas elas buscam aprender com o erro e até aproveitá-lo para melhorar aspectos em seus produtos e serviços.;

Então, a dica de hoje é: não tenha medo de tentar. Se falhar você pode recomeçar com um nível de experiência maior, mas lembre-se sempre, o fracasso é uma opção e a única forma de não fracassar é nunca tentar. Você vai deixar de correr o risco e ficar estagnado na vida? Aposto que não. Empreendedorismo e o fracasso

5 COMENTÁRIOS

  1. Há anos venho lendo sobre empreendedorismo, procurei sempre servir bem aos meus clientes como funcionária das empresas que atuei. Atualmente, reflito a questão, em unir o que gosto de fazer ao que aprendi. Portanto, barrada pelo medo do fracasso, sempre deixei de lado em tornar-me empreendedora. Esta semana, abracei uma ideia e espero realmente que se concretize. Mas lendo o conteúdo e assistindo ao vídeo me motivou mais ainda, e não temerei em arriscar.

    • Olá Vanessa, tudo bom?
      Isso mesmo, não desista nunca! É sempre bom ler textos e ver vídeos que nos motivem, use isso para animá-la ainda mais.
      Ser empreendedora exige muita perseverança também. Continue no caminho certo e tudo acontecerá da melhor forma.
      Obrigado pela visita. Um abraço!

  2. Olá Gustavo. Parabenz seus Post são bons, Sou empreendedor e tambem estou na luta há 2 anos depois de ser empregado por 20 anos, é muito dificil e a luta é grando, o fracasso assusta, mas esytamos na luta, obrigado.

  3. Muito b0m o artigo , eu mesma já estou na luta á muito tempo, e quando penso que a coisa vai engrenar, acontece algo que vai tudo por água á baixo. Agora mesmo estou muito desmotivada em tudo, acho que é porque sou sozinha e não vejo apoio ou um capital de giro, me vejo novamente de mãos amarradas, mas vou ver até onde vou aguentar, e isso porque entendo bem do que faço, mas continuem colocando esses vídios são muito bons. mesmo assim obrigada

Deixe um comentário