Empregado satisfeito com o trabalho – Papel também do gestor

Marcus Vinícius comentou em “O que você faz da vida?“:

“É fácil observar o grau de felicidade profissional da pessoa pela empolgação e clareza com que ela fala do próprio trabalho.

às vezes é realmente complexo definir o trabalho, especialmente se é algo novo, ou tecnologicamente avançado, mas a alegria ao falar de trabalho não muda.”

Baseado na temática do excelente artigo de Scher Soares e neste oportuno comentário, acho importante destacar que esta felicidade quanto ao trabalho desempenhado sempre é notada nos que gostam do que fazem, no brilho no olhar quando falam a terceiros sobre as mesmas, da mesma forma que a insatisfação torna-se gritante em muitos que trabalham somente por necessidade e não por amor ao que fazem.

O que torna-se um grande problema quando o empregado insatisfeito lida diretamente com o público-alvo do negócio, deixando transparecer toda esta insatifação para as pessoas que nada tem a ver com seus problemas dentro da empresa. Com certeza você já presenciou, por exemplo, um atendente de alguma loja insatisfeito com o seu trabalho, tratando as pessoas com aspereza e cara amarrada. Certamente você e tantos outros clientes não vão querer voltar a este estabelecimento tão cedo, lembrando sempre da má impressão que este funcionário insatisfeito deixou. Fato este que invariavelmente acaba chegando aos ouvidos de muitos possíveis clientes da tal loja que também deixarão de comprar lá. Notou como esta insatisfação dos trabalhadores está diretamente ligada a perda de consumidores, sejam eles novos ou não?

É aí que entra o papel do gestor, gerente, supervisor, chefe ou seja lá como queira chamar o responsável por estes funcionários, na função de motivador e muitas vezes instrutor que sempre exalta a importância daquela função e do próprio funcionário para tal estabelecimento, e sempre que possível reconhecendo os esforços do empregado no dia-dia.

Assim, sabedor de sua importância e de seu trabalho, o funcionário certamente terá mais prazer no que faz e sempre trabalhará com afinco para conquistar seu espaço dentro da organização a que pertence. E com isso, a empresa sairá ganhando e muito com a fidelidade de clientes que dão muita importância a um bom atendimento na hora da compra.

Cuidar bem de seus colaboradores só traz benefícios, não se esqueça disso!