O sucesso de um empresário se mede por mais fatores além do dinheiro e da fortuna que acumularam. Mas há um fator que distingue os verdadeiros dos restantes: a idade. Não porque a idade seja posto, mas porque os verdadeiros empreendedores são aqueles que estão sempre dispostos a aceitar um novo desafio, e isso os mantém vivos.

A ética do trabalho e da conquista de novos objetivos dá juventude aos melhores empresários. Confira em seguida alguns dos maiores bilionários acima dos 80 anos.

Sheldon Adelson

O maior empresário do mundo do setor dos cassinos é presença habitual na lista dos mais ricos da Forbes. Adelson está se tornando muito famoso no Brasil por conta de seu interesse em criar cassinos “resort” gigantes no país, se ou quando a lei for mudada. Muitos brasileiros já acessam plataformas internacionais de roleta online, mas o negócio de Adelson é outro: “the real deal”, como dizem os americanos.

Aos 86 anos, não é seguramente por precisar de dinheiro que Adelson vem insistindo com Marcelo Crivella (e, segundo se diz, com outras autoridades brasileiras) para criar um super “resort” no Rio de Janeiro. Também já se falou que ele pretende comprar o Anhembi para aí fazer um cassino. Você já sonhou poder vir, um dia, a comprar o Anhembi? Talvez possa fazer isso quando tiver 86 anos!

Warren Buffet

O “bom bilionário”, como é conhecido, Warren Buffett é diferente de todos os outros bilionários e super empresários. E não é por seus apelos frequentes ao lado bom do capitalismo, à necessidade de os empresários devolverem à sociedade o que conseguiram ganhar, ou de ter doado parte de sua fortuna para solidariedade. É mesmo pelo seu perfil de investimento, conseguindo ter um faro incrível para checar bons negócios.

Ele avalia a sustentabilidade de uma empresa ou atividade, investe, e quase sempre dá certo. Ainda hoje ele mantém uma estrutura de menos de 30 pessoas, e sua sede na pequena cidade de Omaha, no estado do Nebraska – bem longe do agito de Nova York, Chicago ou da Califórnia. Buffett não precisa da cidade nem de suas vaidades.

Chang Yun Chung

Você nunca ouviu falar nele? É compreensível. Com a internet e a globalização, começamos percebendo como as diferentes civilizações mundiais se desconhecem. Nós, no Ocidente (e se quisermos considerar a Europa e as Américas como o Ocidente, independente de divisões políticas, culturais ou outras), conhecemos pouco do Extremo Oriente, que tem a China no centro. Chang Yun Chung sequer tem uma página na Wikipédia em inglês.

Nascido em 1918, Chung é o fundador da Pacific International Lines, uma companhia de navegação de Singapura. Ele é o homem mais rico de Singapura e um dos grandes bilionários do Oriente. Fundou sua empresa em 1967, quando estava quase completando 50 anos de idade, e é como se a primeira metade de sua vida tivesse sido uma preparação para a segunda.

Aos 100 anos, ele deixou finalmente o comando da empresa para seu sucessor. Mas continua caminhando para o escritório todos os dias, para sentir o que está acontecendo. Você se imagina trabalhando diariamente aos 101 anos de idade?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here