Foi divulgada pela consultoria internacional Interbrand, a 11ª. edição do ranking das 100 Marcas Globais Mais Valiosas. A Coca-Cola continua liderando o ranking como a marca mais valiosa do mundo. A empresa, desde a 1ª edição da lista, nunca perdeu seu posto de principal marca e foi avaliada em US$ 70,4 bilhões pela estudo. O valor é quase US$ 6 bilhões a mais que a IBM, segunda colocada no ranking.

O estudo confirma o sucesso atual das empresas voltadas para as áreas de tecnologia e computação. Entre as 10 empresas eleitas como mais valiosas em 2010, metade pertencem a essa área. Além da IBM, a Microsoft ficou em terceiro lugar com um valor total de sua marca avaliado em US$ 60,8 bilhões. Já a Google alcançou o 4º lugar com US$ 43,5 bilhões e a GE, ficou em quinto com um valor estimado em US$ 42,8 bilhões.

O estudo considera a marca como uma representação financeira do que ela significa para os ganhos de uma empresa. O cálculo leva em conta três fatores: os ganhos financeiros obtidos pelas empresas com suas marcas, a preferência dos consumidores pela marca e estimativas sobre a capacidade da marca de gerar ganhos no futuro.

De acordo com o diretor geral da Interbrand no Brasil, Alejandro Pinedo, a grande observação nesse ano é que a relação entre as marcas e clientes têm mudado irrevogavelmente. “As empresas que agirem com autenticidade e clareza sairão em vantagem no caminho da construção de uma marca sólida. O motor da mudança é o comportamento do consumidor, menos fiel e mais cético em relação às marcas”.

Quem ganhou

Do ranking, as marcas que tiveram os maiores ganhos em seu valor, comparado ao último ano, foram as empresas de tecnologia: Apple (+37%), Google (+36%) e BlackBerry (+32%). Também obtiveram ganhos expressivos as empresas do setor financeiro J.P.Morgan (+29%) e Allianz (28%) por terem conseguido sair da crise com a reputação intacta e em claro movimento de recuperação.

Quem caiu

No grupo das empresas que mais perderam valor em relação à marca, a famosa empresa de motocicleta Harley Davidson obteve redução de 24%. Já a Toyota, que foi fortemente impactada por um recall anunciado em janeiro envolvendo diversos modelos, sofreu redução de 16%.

A Nokia sofreu queda de 15% pela demora de entrada no mercado de smartphones, a Dell perdeu 14% devido à dificuldade com o desenvolvimento de sua marca e sub marcas, e a Citi caiu 13% pois estava entre as instituições financeiras mais impactadas pela crise econômica.

Veja a tabela das 10 primeiras:

RANKING DAS MARCAS MAIS VALIOSAS
Posição
Marca
Valor (em US$ bilhões)
Coca-Cola 70,452
IBM 64,727
Microsoft 60,895
Google 43,557
GE 42,808
McDonald’s 33,578
Intel 32,015
Nokia 29,495
Disney 28,731
10º HP 26,867
Fonte: Interbrand

A íntegra do Best Global Brands 2010 está disponível, juntamente com análises e metodologia, em http://www.thebestglobalbrands.com.

FONTE: Administradores.com.br

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here