Todos sabemos das dificuldades de muitos empreendedores brasileiros em abrir, gerenciar, manter e alavancar seu próprio negócio ou de sua família, não? Pois bem, a dica de hoje é para você que precisa renovar sua empresa, em busca de crescimento sustentável e rentável. Tenho certeza que esta dica mudará a sua vida e a história da sua empresa.

Há 4 anos a Editora Globo mantém um projeto em parceria com a revista Pequenas Empresas Grandes Negócios, o Extreme Makeover Tecnológico e Financeiro. Este projeto, inovador por natureza, traz a idéia de transformação radical de pequenas empresas, mexendo na base do seu sucesso: as áreas tecnológica e financeira. A proposta é mostrar a cada uma dessas empresas como ter uma gestão moderna e eficiente, afinada como o futuro e claro, com alta lucratividade.

Este grande projeto tem ainda o apoio da Microsoft e do Banco Itaú para ajudar o empreendedor brasileiro a se redescobrir, aprender e transformar o seu negócio.

E aí, percebeu a grande chance de sua empresa crescer? Então você e sua empresa já estão aptos a participar do projeto. Isso mesmo! Basta acessar o site www.extrememakeover5.com.br e preencher um formulário com informações simples de sua empresa. Depois responda à pergunta: “ Por que você gostaria de participar do Extreme Makeover Tecnológico e Financeiro 5?”.

O projeto tem duração de 6 meses, onde selecionará 3 empresas de ramos diferentes para esta mudança radical e muito promissora. As fases do projeto são:

  • Eleição das empresas
  • Visita aos selecionados para checagem das informações
  • Diagnóstico atual
  • Reestruturação
  • Soluções
  • Preparação para o futuro

Durante todo o processo as empresas são acompanhadas por consultores do Itaú e da Microsoft que vão ao longo do tempo realizando uma transformação tecnológica e financeira nas 3 empresas selecionadas. Isso é feito in loco, eles vão até as empresas e passam grande parte do tempo realizando melhorias para aumentar a eficiência na gestão do negócio.

O acompanhamento das novidades do Extreme Makeover poderá ser feito através da revista Pequenas Empresas, Grandes Negócios, com matérias sobre o andamento do projeto, novidades e situações vividas durante as fases.

Se eu fosse você não deixaria esta oportunidade de ouro passar. É a chance que o empreendedor terá de conviver com profissionais renomados, empresas gabaritadas para apoiá-lo na caminhada empresarial e ainda, a chance de levar sua empresa onde ela realmente merece! E tudo isso de graça! Com certeza você não esperava por essa!

Não perca mais tempo, faça sua inscrição pelo site www.extrememakeover5.com.br até o dia 15 de abril de 2010, cruze os dedos e boa sorte! Sua empresa tem pressa de crescer!

3 COMENTÁRIOS

  1. Bom Dia

    Gostaria de contar a história de uma empresa com 2 anos no mercado, Meu nome é Mario Ammirati sou sócio administrador, há 2 anos atrás trabalhava como gerente de segurança da casa de show Sampa Hall, na rua Clélia – Lapa (antigo Olímpia), lá conheci a Matilde e o Mario Gindro, proprietários de uma empresa de promoções e eventos, os mesmos estavam prestando serviços de receptivo na casa, conversando com eles me informaram que faziam alguns serviços de segurança em formaturas, mais que estavam parando, pois não estavam conseguinte ninguém para trabalhar e para coordenar, um belo dia ao chegar para trabalhar dei de cara com blocos de concretos na porta do Sampa Hall, a casa tinha acabado de ser interdita. Entre inda e vindas a casa abriu e fechou em 30 dias umas 3 vezes, foi quando desisti de ficar no Sampa Hall e procurar algo melhor, liguei para a Matilde e agendamos uma reunião, onde nessa reunião me falaram como era o serviço e como eu iria trabalhar, aceitei a proposta e colocamos em pratica o esquema operacional.

    Depois de alguns eventos conheci o Wagner, que hoje é meu sócio, na época ele era supervisor dos eventos da Matilde, depois que se passaram a temporada das formaturas, decidimos abrir uma empresa de portaria e limpeza e organização de eventos, foi quando chamamos o Wagner para entrar na sociedade ai montamos a Scudo Brasil Portaria e Limpeza, os 4 sócios, eu, Wagner, Mario Gindro e Matilde. Tínhamos recebido R$ 700,00 de um evento e decidimos usar o dinheiro para abrir a empresa, o Mario nos cedeu a sala dele e o computador antigão, pedimos uma linha telefônica e fomos a luta.

    Após 30 dias percebi que não tínhamos clientes suficientes para bancar as contas fixas, precisávamos de um plano urgente, ai decidi montar um site, pedi orçamentos e todos estavam acima do que podíamos pagar, achei no Google uma empresa que vendi sites montados, onde você apenas fazia as alterações com os dados da sua empresa, foi esse mesmo que começamos, em 1 dia o site já estava no ar, e eu mesmo fazia as modificações e atualizações, mais ainda estava faltando algo a divulgação do site, comecei a pesquisar na internet site de anúncios gratuitos, e comecei cadastrar o site da Scudo, passei dias e noites cadastrando e foi ai que começaram os pedidos de orçamentos, antes 1 por semana, e passaram a ser 3 ao dia, a empresa começou a formar sua clientela e ter um movimento mensal satisfatório.

    Começamos a mudar a cara da empresa, alugamos a sala ao lado para poder deixar o espaço do Mario Gindro, compramos moveis, computadores, materiais de escritório, estávamos quase virando uma empresa, mais ai o Mario Gindro decidiu sair da empresa alegando que só nós trabalhávamos e não achava certo, logo na seqüência a Matilde pediu também para sair por motivos pessoais, ou seja, ficou eu e o Wagner, bom decidimos tocar a empresa normalmente, fechamos um grande evento de vários dias com vários serviços, após o evento feito a empresa não nos pagou tomamos um tombo grande e achávamos que não iríamos levantar, mais conseguimos pagar todos os funcionários que trabalharam e ficamos com o prejuízo que até hoje ainda não recebemos.

    Em 2008, a Empresa Becker do Brasil hoje C E, nos contatou para prestar serviços de montagem de decoração de shopping, fazer aquelas arvores imensas, os painéis externos, decorações dos corredores, cenários entre outras coisas.

    Partimos para a área de licitações, ganhamos algumas para o carnaval 2009, prestamos a serviço com qualidade e eficiência e nos abriu muitas portas.

    Ficamos 1 ano e 4 meses numa salinha na Av. Pompéia, que começou a ficar pequena, decidimos mudar para a Vila Carrão próximo de onde moramos e um lindo sobrado, nem acreditamos que uma empresa que havíamos começado com R$ 700,00 e hoje com um belo sobrado, um Kombi na garagem e um movimento anual próximo de 1 milhão de reais.

    Hoje a empresa tem 7 funcionários, carro próprio, tudo mobiliado com moveis novos, computadores, notebook, ou seja, estamos muito bem estruturados, isso tudo em apenas 2 anos de vida. Em 2010 fizemos 80% da mão de obra do Carnaval 2010, com serviços de Limpeza, Receptivo, Carregadores e Bombeiros Civil, fizemos a Bienal de Arquitetura 2009, salão 2 rodas, Show dos titãs, 1º de Maio na Av. São João, Virada Esportiva com 27 pontos diferentes em São Paulo entre outros, temos clientes como: IBM, São Paulo Turismo, Museu da Casa Brasileira, Hugo Boss, Suzuki, Becker do Brasil entre outras.

    Hoje a empresa mudou o nome para Scudo Brasil Terceirização de Mão de Obra Ltda, estamos com projeto de pegar empréstimo no BNDS, para aumentar a empresa e buscar clientes diferentes, incluir alguns serviços voltados a eventos em nosso portfólio e fazer um trabalho de Marketing e identificação da imagem da empresa.

    Essa é a história de uma empresa de R$ 700,00, que em 2 anos esta movimentando quase 1 milhão de reais.

    Atenciosamente;
    Mario Ammirati

  2. muito bom Mário Ammirati!

    fico feliz por sua dedicação e seu desempenho..

    eu tb tenho uma empresa no ramo de informática, comecei há 1 anos atrás, apenas com 01 computador e 01 impressora emprestados de minha mãe, sem contar que o ponto era um cubículo, hoje estou num ponto bem na principal, minha loja é toda de vidraça e a empresa possui carro próprío e 01 funcionário..

    sucesso à nós todos!!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here