A FedEx Express é a maior empresa de transporte expresso do mundo, fornecendo entrega rápida e confiável para mais de 220 países e territórios ao redor do globo, utilizando uma rede global aérea e terrestre para acelerar a entrega de remessas urgentes com data e horário definidos e garantia de reembolso do valor do frete.

E é através desta enorme infraestrutura que a FedEx Express está gerando cada vez mais oportunidades de negócios para pequenas empresas ao redor do mundo. E sua missão está gerando histórias incríveis de sucesso.

A mais recente delas é a de Llewellyn Clarke, um pequeno fabricante de molho de pimenta da ilha de Nevis, no Caribe, que conseguiu realizar seu grande sonho: se globalizar.

“A história de Llewellyn captura a paixão e a perseverança de muitas pequenas empresas ao redor do mundo que sonham em se globalizar”, diz Raj Subramaniam, vice-presidente executivo de marketing e comunicação da FedEx Services. “Expandir um negócio internacionalmente não é fácil, mas pode oferecer grandes recompensas para as pequenas empresas que possuem o produto certo, um plano de entrada no mercado e boas estratégias de distribuição”.

No vídeo abaixo é possível conferir como a FedEx consegue ajudar Llewellyn a se tornar global, transportando seu molho de pimenta de uma pequena ilha caribenha até o outro lado do mundo, entregando o produto em um vilarejo remoto na China.

Assista ao vídeo e veja como a FedEx está transformando sonhos empreendedores em realidade:

Mas se você pensa que a FedEx auxilia apenas empresas estrangeiras, está muito enganado. Ela atua com eficiência em terras verde e amarelas também.

No Brasil, um exemplo bem-sucedido de internacionalização de uma pequena empresa é da Cleuza Figurinos que, em 2001, vislumbrou na FedEx uma oportunidade para tornar suas roupas de dança conhecidas no exterior. No primeiro ano, a empresa passou de 200 para mais de 2 mil figurinos exportados para vários países como Itália, Portugal, Espanha e Canadá.

“As pequenas empresas já impulsionam a economia interna no Brasil, gerando empregos e trazendo inovação”, diz Guilherme Gatti, Diretor de Marketing da FedEx Express para a América Latina e Caribe. “A FedEx está feliz por trabalhar cada vez mais com pequenas empresas do Brasil que estão ousando e explorando formas de expandir seus negócios internacionalmente”.

Saiba mais sobre as oportunidades que a FedEx pode gerar para o seu negócio, acesse o site.

Sobre o Llewellyn Clarke

Llewellyn Clarke é um pequeno empresário, fabricante de um molho de pimenta popular na Ilha de Nevis, no Caribe. Llewellyn começou a fabricar seu molho de pimenta há oito anos, vendendo-o inicialmente no hotel Four Seasons da ilha, onde trabalha como chef de cozinha. Hoje, Llewellyn vende mais de 150 frascos de seu popular molho de pimenta por mês para os restaurantes e supermercados locais. Além disso, tem atendido um fluxo contínuo de encomendas de clientes internacionais.

Sobre a Cleuza Figurinos

Em 1996, Cleuza Torres descobriu seu talento para produzir figurinos quando o grupo de ballet clássico do qual sua filha fazia parte inscreveu-se para participar do prestigiado Festival de Dança de Joinville. Como o grupo estava com dificuldade para arcar com os valores referentes aos figurinos, Cleuza se prontificou a produzir as peças, o que acabou por se tornar um ‘cartão de visitas’ do seu trabalho. Em 2001, a microempresária passou a exportar suas peças pela FedEx e, desde então, chega a enviar anualmente mais de 2 mil figurinos para vários países.

Quem no mundo experimentou o molho do Llewellyn?

Veja a reação de dezenas de pessoas que já experimentaram o molho do Llewellyn: http://bit.ly/1B7LV5R

1 COMENTÁRIO

  1. Eu já quis muito trabalhar em empresas desse nível. Acho que já até tentei um estágio no escritório da Fedex, mas meu sonho era a PwC. Mas eles são muito fechados e só tenho um único contato com eles!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here