Internacionalização – Vantagens e desvantagens da exportação

13
49 Flares 49 Flares ×

Dando seqüência à nossa série especial sobre como a internacionalização pode alavancar sua empresa, vamos tratar hoje sobre as principais vantagens e desvantagens da exportação.

A exportação é uma das melhores formas de uma empresa alavancar seu crescimento. Boa parte das empresas que iniciam seu processo de exportação tem um crescimento considerável perto das empresas concorrentes que não exportam. Além dos ganhos financeiros, em conseqüência do aumento das vendas, as vantagens da internacionalização são inúmeras. E hoje vamos destacar as principais:

Internacionalização   Vantagens e desvantagens da exportação

Melhorar a competitividade no mercado interno: O mercado externo exige que seu produto tenha um nível ótimo de qualidade, não apenas na concepção final do seu produto, como também nos processos, gestão de pessoas e praticas ambientais. Com estas exigências, seu produto se torna mais competitivo tanto no mercado externo quanto interno.

Aumento das vendas e dos lucros: Aqui é uma lição rápida sobre custos, que se dividem a grosso modo em dois tipos, os custos fixos que não mudam de acordo com o aumento de demanda (ex: o aluguel da fabrica ou o financiamento do maquinário), e os custos variáveis que variam de acordo com a produção (ex: a matéria-prima). Quando se consegue explorar um novo mercado externo, você aumenta a demanda por seus produtos, e com isto reduz os custos fixos da produção. Além de obter vantagens na aquisição de algumas variáveis, como a matéria-prima, aumentado assim além das vendas, o lucro.

Aumento do market share : Como você agora explora novos mercados em outros países, seu market share (participação no mercado) aumenta  naturalmente.

Diminuição da dependência do mercado interno: Com a exportação dos produtos, a empresa fica menos vulnerável às mudanças drásticas de demanda do mercado interno, fazendo com que a diversificação de mercados faça a mais forte contra mudanças dentro do seu ambiente externo.

Possibilidade de contato com novas tecnologias: Com a exportação, o benchmarking é ampliado, sendo possível conhecer diversas novas tecnologias dentro de sua área de atuação nos diferentes mercados que estiver atuando. Também vai conseguir melhorar o networking nas diversas feiras e eventos internacionais do qual poderá participar.

Melhoria no escoamento da capacidade ociosa e menor impacto da sazonalidade: Com a exportação a empresa pode facilmente diminuir sua capacidade ociosa, aproveitando, assim, a redução de seus custos fixos na produção, além de se beneficiar da sazonalidade, por conta das diferenças sazonais entre o hemisfério norte e o hemisfério sul. Por exemplo, uma empresa que venda “moda praia” no Brasil vai ter seu ápice de vendas no nosso verão, porém ela também pode vender com facilidade para os Estados Unidos e para a Europa na época de queda de vendas no mercado interno, por conta do inverno aqui, porém estes lugares estarão em pleno verão. Assim, a demanda se mantém constante durante todo o ano.

Bom, como nem tudo são vantagens na hora de exportar produtos, o mercado externo exige alguns cuidados e atenções para com o exportador, podemos destacar as seguintes:

Internacionalização   Vantagens e desvantagens da exportaçãoO retorno pode vir no longo prazo: Provavelmente, as primeiras exportações não serão tão rentáveis quanto se imagina. Existirá certo cuidado entre as duas partes (comprador e vendedor) e, também, certa desconfiança natural, podendo resultar em ganhos menores e maiores custos no curto prazo, porém a confiança com as futuras exportações poderá reverter este quadro.

Necessidade de adaptações no produto: Os produtos que você vai exportar podem necessitar de uma adaptação para o mercado o qual será inserido. As diferenças culturais podem ser gigantescas entre os países, e esta prática de adequação pode gerar custos extras no início do processo.

Necessidade de uma equipe especializada: Você vai precisar de funcionários que conheçam a sistemática existente por trás do comércio internacional, além de conhecimento em outros idiomas.

Dor de cabeça causada por entraves logísticos no Brasil: Pode acontecer de você perder algumas noites de sono por conta da demora excessiva em algumas operações de exportações de alguns produtos, principalmente em épocas de greve dos fiscais.

Bom, estas foram as principais vantagens e desvantagens referentes à exportação. Caso tenham alguma observação, compartilhe-a conosco. Até semana que vem com um artigo sobre a preparação da empresa para as exportações. Até lá!

13 COMENTÁRIOS

  1. Claudio,
    gostaria de saber se há alguma fonte bibliográfica ou se tem algum Tcc onde posso encontrar esse conteúdo. Pois tenho que fazer um resumo expandido, e encontro com facilidade as vantagens do comercio exterior, mas as desvantagens desse comercio não é tao fácil de encontrar.
    Pode me ajudar ?

    • Olá, em relação as desvantagens eu escrevi baseado em experiências próprias e de terceiros no período que trabalhei diretamente com comércio exterior, infelizmente não saberia informar uma fonte de pesquisa.

  2. Parabéns, muito boa sua reportagem. Sou diretor executivo da empresa junior do curso de Relações Internacionais da UFSM – RS e este assunto é bem o serviço que pretendemos prestar. Espero pode contar com você para tirar algumas duvidas.
    Abraço

  3. ola boa noite,achei muito interessante sua abordagem,como voce disse que ja trabalhou com comercio de exportação queria tirar algumas duvidas com voce,se possivel me mandar seu imail ou skype para conversarmos melhor.obrigado

  4. ola boa noite,achei muito interessante sua abordagem,como voce disse que ja trabalhou com comercio de exportação queria tirar algumas duvidas com voce,se possivel me mandar seu imail ou skype para conversarmos melhor.obrigado

Deixe um comentário