Just in time (JIT) é um termo em inglês que significa “no tempo certo”. Ele é um sistema de administração da produção que determina que tudo precisa ser produzido, transportado e comprado na hora certa.

Você já deve ter ouvido falar sobre o sistema Toyota de produção certo? Pois bem, o Just in time é justamente o principal pilar deste sistema, pois tem como premissa alocar a matéria-prima na quantidade certa e tempo certo para atender uma demanda que já existe. Sem excessos, sem desperdícios!

Um bom exemplo a ser citado sobre empresas que usam este conceito são as fábricas automobilísticas. Nelas o estoque de materiais geralmente é mínimo e suficiente apenas para os lotes pequenos de fabricação liberados para produção. Para que isso seja possível, é necessários que os fornecedores sejam muito bem treinados, que estejam, preferencialmente, próximos à fábrica e tenham uma ótima confiabilidade nas entregas, pois qualquer falha ou atraso pode representar grande impacto negativo na produtividade.

just in time

Vantagens e Desvantagens do Just in time

Como vimos acima, a maior vantagem em se utilizar este conceito é a redução de custos da cadeia produtiva como um todo, pois o objetivo principal do Just in time é reduzir ou mesmo eliminar todo estoque e desperdícios nas diferentes etapas de produção.

Vejamos outras vantagens:

  • Redução de desperdícios e retrabalhos;
  • Ganho de produtividade;
  • Aumento do nível de qualidade dos produtos fabricados;
  • Aumento na flexibilidade;
  • Redução do trabalho em processo;
  • Redução de espaço e manuseio;
  • Rápida respostas dos fornecedores em caso de imprevistos.

Desvantagens:

  • Uma grande desvantagem do sistema de produção Just in time é que ele não se aplica a todos os tipos de negócio. O processo produtivo de produtos que apresentam uma demanda pouco previsível e com grandes oscilações pode enfrentar sérios problemas de abastecimento de materiais.
  • Outro ponto negativo do sistema é o grande risco da perda de produtividade em função de paradas da linha de produção por falta de material em função de atrasos na entrega por partes dos fornecedores externo e, também, internos.
  • É necessário um investimento grande em treinamento para que todas as partes da cadeia de suprimento estejam perfeitamente alinhadas e comprometidas.

Não deixe de comentar abaixo e compartilhar caso tenha gostado deste conteúdo, ok?

Até o próximo post! 🙂

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here