Não basta ter um site, tem que atualizar!

3
45 Flares 45 Flares ×

Você já deve ter se deparado com a seguinte situação: estava você assintindo tv ou ouvindo sua estação de rádio favorita quando ouve uma propaganda de um produto ou serviço que lhe interessa e corre para o computador para obter mais informações, mas ao acessar o site informado no comercial se depara com a decepcionante mensagem “esta página não pode ser exibida” ou ainda, a data que consta como última atualização é de 2 anos atrás.

Este post trata justamente da importancia da atualização do conteúdo dos sites criados para divulgação de produtos e serviços, pois não basta ter um site, ele precisa ser constantemente atualizado!

Abaixo listamos alguns pontos a serem observados sobre este assunto:

* Definição da finalidade: Antes de qualquer coisa, é preciso definir qual a finalidade de manter no ar a página da empresa. Se ela servirá como um canal efetivo de comunição com abertura para envio de sugestões, dúvidas, pedidos, etc. ou simplesmente para visualização do conteúdo.

* Definição de pessoal responsável: é preciso também que sejam definidas as pessoas responsáveis pela atualização deste conteúdo, por responder os e-mails e efetivar os pedidos dando assim a importância devida a este processo, não deixando que ele caia no esquecimento ou se torne uma tarefa secundária. Afinal de contas é através dele que muitos clientes chegarão até sua empresa.

* Definição da frequência: a frequência destas atualizações de conteúdo varia de acordo com a dinamicidade do ramo de cada empresa, porém, o ideal é que ela tenha um calendário que seja metodicamente seguido, visando agilidade nas respostas de dúvidas e sugestões dos clientes e também exteriorizando a imagem de organização, eficiência e respeito para com os clientes. Uma vez que uma empresa cuja página na internet conste produtos que não são mais oferecidos ou até mesmo preços desatualizados pode gerar uma imagem de descredibilidade, além de grandes transtornos, tanto para os clientes quanto para a empresa.

E  você, como tem realizado a atualização do site de sua empresa? Já passou pela situação de visitar um site desatualizado ou fora do ar? Conte-nos sua experiência, não deixe de comentar .

3 COMENTÁRIOS

  1. Bastante oportuno este post. Sintetizou em poucas linhas o que, talvez, possa ser lido em pelo menos um capítulo de um livro.
    Mas a realidade é diferente, as empresas SEQUER fazem questão do site e, quando o tem, é só para falar que tem mesmo.
    Agora, uma experiência pessoal e curiosa: Sou contador e, minha categoria, por mais que neguem, são extremamente avessos a tecnologia. Usar planilhas do GDOCS, Acesso Remoto de computador, e outras tecnologias são vista com pavor. No máximo um “msn” básico.

    Pois bem, recentemente encontrei uma empresa que, por R$ 34,90 mensais, hospeda seu domínio, cria seu site e ainda dá a manutenção mensal. Claro que, este preço e o site é voltado para Escritórios de Contabilidade e é um site simples, mas, em compensação, há um espaço para o cliente acessar seus dados de forma segura e com senha, há como disponibilizar documentos direto no site, há o chat, enfim, embora simples, para mim vai até um pouco além do básico.
    No entanto, a maioria dos pequenos escritórios daqui simplesmente não usam e acham uma perda de tempo. Ora, por menor que seja, R$ 34,90 não quebra o orçamento de nenhum empreendimento contábil por menor que seja.
    Enfim, mais uma vez, parabéns pelo oportuno artigo e, desculpe algum erro pois, escreví sem ler e revisar, foi “no ímpeto” mesmo.

    • Olá Reinaldo, tudo bom?
      Você disse tudo. A realidade é bem distante do ideal, talvez por isso as pequenas empresas não consigam se firmar por muito tempo no mercado. Os novos gestores estão acostumados com práticas antigas de gestão emrpesarial, não se atentando paras as mudanças do novo século.
      Ter um site na internet hoje, é algo essencial para a empresa, e ele precisa ser tão bem gerenciado quanto a loja física, porque é através dele que clientes e não-clientes tiram suas dúvidas e conhecem novos produtos.

      Concorda?

      Muito obrigado por sua participação!

  2. Na minha opinião, ter um site é apenas o primeiro passo para ser ter presença na internet, o site é apenas uma ferramenta. No caso do Reinaldo de BH a ferramenta que ele encontrou lhe dá o suporte mínimo necessário para ter resultado.

    A questão é ter uma site para que? Colocar no cartão de visita e mostrar apenas para quem você já teve contato ou para atingir clientes em potencial, selecionar um novo perfil de cliente que você teria que fazer um esforço de marketing gigantesco em mídias off-line?
    Se sua resposta for ter o site no cartão de visita, acesse wix.com e site.com.br que você terá uma boa solução gastando muito pouco. Mas se você vê o seu negócio como um futuro, como uma empresa que irá gerar acumulo de riquezas, primeiramente invista em um projeto de criação web com foco em conversão, a criação do layout deve ser estudada para o devido fim, seja venda online, geração de leads (contatos), branding, pageviews, etc.
    Se já tem o layout adequado, então agora se preocupe com o que vem por trás do rostinho bonito do seu site, a otimização de busca ou SEO (search engine optimization) é o que vai garantir acessos não pagos a médio e longo prazo para o seu site. Com uma boa otimização você será um dos primeiros na busca. SEO, guarde essa sigla, ela irá fazer grande diferença no resultado do seu produto. Em síntese é a estruturação e adequação de conteúdo do site para que o tenha melhor posicionamento nos buscadores (google, yahoo, bing, etc), trata-se de uma adequação frequente e AGORA SIM, manter seu site sempre com CONTEÚDO ATUALIZADO irá lhe dar um melhor posicionamento na busca, gerando mais trafego para o site e se você tiver bom layout, design, conteúdo, dispositivos que transmitam confiabilidade para o site, como segurança ssl, selo ebit e por fim um bom produto ou serviço, terá ótima conversão (venda/pageviews/etc).
    Completando a idéia, como que na otimização SEO você terá um período de maturação e mesmo assim você atingirá os principais resultados da busca, mas não os mais abrangentes, é importante ter campanhas de links patrocinados na busca do google (adwords), foque em concorrentes, em palavras-chave de maior procura e menor disputa que você não atinge em SEO, algumas com alta disputa e valor estratégico.
    Lembre-se também de colocar no seu planejamento facebook ads, linked-in ads, outros sistemas ppc (boo-box, soft click, etc), e-mail mkt, outros como hotwords também podem estar na sua estratégia.

    ACABOU? Não, não acaba nunca… agora volte ao início reveja tudo, analise os dados de acessos, faça pesquisas periódicas de palavras chave e fique atento a novas oportunidades de divulgação on-line.

    Já ouviu falar em PDCA? Plan, Do, Check, Act, é isso ai.

Deixe um comentário