Escrito por volta de 1645 por Miyamoto Musashi (1584-1645), Os Cinco Anéis apresenta os estudos desenvolvidos por Musashi para com a esgrima e a estratégia de combate. Tido como um dos maiores guerreiros do seu tempo, o samurai desenvolveu estudos na arte da luta com duas espadas e participou de diversos duelos com especialistas nos mais diferentes estilos marciais, saindo vitorioso em todos eles.

O seu legado mais importante pode ser encontrado ainda hoje em sua obra, Os Cinco Anéis é um livro atemporal, podendo ter sua filosofia usada até hoje dentro dos diversos ambientes que circulam as empresas, como no caso do setor estratégico, análise dos concorrentes, dos aspectos mercadológicos, entre outros.

Porém, para adaptar o livro à linguagem do nosso tempo, o leitor tem que entender o inimigo citado como os concorrentes e as forças que atrapalham sua empresa, e deve contextualizar os termos usados, como arma, caminho e luta para o contexto empresarial. Após fazer isto, você terá um importante documento de estratégia para seu negócio.

Neste artigo vamos analisar alguns dos ensinamentos do livro e trazê-los para o contexto empresarial. Vamos iniciar com alguns insights do autor à respeito do caminho do guerreiro, um código de ética passado de pai para filho e que norteavam as suas vidas, conhecido como Bushido. Tais insights  continuam atuais mesmo após tanto tempo, confira:

  • Não faça nada que não tenha utilidade;
  • Preste sempre atenção aos pequenos detalhes;
  • Desenvolva um julgamento intuitivo e procure compreender o todo;
  • Aprenda e conheça diferentes artes;
  • Tente perceber os por menores das coisas, veja o que geralmente não é visto pelo senso comum;
  • Não seja desonesto, evite estes pensamentos;
  • A virtude e o caminho para a vitória estão no treinamento;
  • Distinguir entre ganho e perda em todas as ações;
  • Conhecer a virtude de todas as profissões.

A respeito da estratégia, Musashi nos deixou diversos ensinamentos, vamos a alguns que gosto de destacar (não coloquei as passagens originais, apenas a compreensão que tive sobre elas):

  • Quando em um confronto onde você e seus concorrentes estão perfeitamente equilibrados (imagine uma situação onde os dois estão lutando fortemente para oferecer um melhor preço), não tente vencer esta batalha da forma tradicional, procure uma forma alternativa para vencer;
  • Simule ações no mercado quando você não conhecer a força de um concorrente, já que é muito arriscado disputar em um mercado onde não se conhece os concorrentes, uma vez os conhecendo bem, é mais fácil derrota-los;
  • Musashi nos fala da importância de contagiar o inimigo com falsos sentimentos. Em uma disputa no mercado, faça com que seu inimigo se sinta em vantagem e o contagie com sua falta de atenção e descaso, ai sim ataque ele de forma fulminante;
  • É importante sempre tentar tirar seu inimigo de um estado de equilíbrio, faça-o agir sem estar preparado, force sempre uma situação de incomodo para ele;
  • Ataque pelas extreminadades, ou seja, ataque onde o concorrente é mais fácil ou despreparado. Encontre um serviço que é oferecido por seu concorrente mas que ele não tem cuidado e force uma concorrência neste ponto;
  • Faça sempre um planejamento e procure segui-lo, quem possui um caminho marcado não corre o risco de se perder;
  • O estrategista é aquele capaz de transformar pequenas coisas em grandes coisas;
  • O principio da estratégia é ter uma coisa, porém saber mil coisas;
  • Faça o que tem que ser feito, mesmo que esteja sozinho nisto, não espere;
  • É necessário olhar tudo em grande escala, ou seja, ter uma visão do todo, só assim é possível se mover com estratégia;
  • Se a estratégia não funcionar, não tenha medo de mudá-la. Melhore o que já era bom e construa novos paradigmas em cima de seus erros. Dê um novo espírito a sua estratégia;
  • Tudo é difícil no começo;
  • Você deve treinar dia e noite, só assim é capaz de tomar decisões rápidas de forma correta. Na vida do estrategista o treinamento é parte fundamental de sua vida;
  • O tempo é um recurso precioso, é necessário cuidado ao administrá-lo. Caso tenha este cuidado, você será capaz de saber a hora certa para muitas decisões;
  • A compreensão é sinônimo da experiência e do conhecimento;
  • Veja as coisas próximas de uma perspectiva afastada, e veja o que esta longe numa perspectiva próxima.

Inspirador, não? Então, estes foram apenas alguns ensinamentos que quis compartilhar com vocês, mas existem muito mais! Caso já tenham lido o livro, deixe aqui qual lição foi mais valiosa para vocês. Deixem um comentário sobre o assunto, participe!

Caso não tenham lido, compre agora mesmo! Vale muito a pena!

6 COMENTÁRIOS

  1. Nossa parabéns! Quando eu digo que você é bom no que faz você não me dá moral né!? mais sério, acho que deveria publicar um livro, você escreve muito bem, consegue assimilar o livro e falar com suas palavras o que leu. Lendo isso eu tive algumas idéias quanto a projetos que podem ser feitos, você me inspira, tenho alguns amigos que fizeram administração, vou mostrar o blog pra eles, é muito interessante, adorei..=)
    beijos!

  2. Sou uma leitora recente de seus artigos. Gosto da maneira com que você articula suas ideias de maneira objetiva sem perder o foco. Você consegue colocar a essência do conteúdo, do realmente interessa e que tem valor.

    • Muito obrigado pelo elogio Samara, procuramos manter nossos textos o mais didático possível para a boa compreensão dos nossos leitores, e participe sempre, a participação é que enriquece ainda mais nosso trabalho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here