Governança Corporativa: O que é e como funciona

Com certeza todos já ouviram falar em Governança Corporativa por aí. Mas você sabe exatamente o que isto significa? Quais as vantagens para uma empresa? Acompanhe o texto abaixo e informe-se melhor sobre este tema tão importante e tão atual no mundo corporativo.

Leia também: A importância da Governança Corporativa

O que é Governança Corporativa?

Existem muitas definições para o termo Governança Corporativa, mas nada melhor do que buscar a definição de um órgão especializado no assunto, certo? Assim, o Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC) define a Governança Corporativa como:

“Um sistema pelo qual as sociedades são dirigidas e monitoradas, envolvendo os acionistas e os cotistas, Conselho de Administração, Diretoria, Auditoria Independente e Conselho Fiscal. As boas práticas de governança corporativa têm a finalidade de aumentar o valor da sociedade, facilitar seu acesso ao capital e contribuir para a sua perenidade”.

Governança Corporativa

Objetivos da Governança Corporativa

Em sua essência, a Governança Corporativa tem como principal objetivo recuperar e garantir a confiabilidade em uma determinada empresa para os seus acionistas. Criando um conjunto eficiente de mecanismos, tanto de incentivos quanto de monitoramento, a fim de assegurar que o comportamento dos executivos esteja sempre alinhado com o interesse dos acionistas.

Características e ferramentas

São 8 as principais características da “boa governança“, veja:

  1. Participação
  2. Estado de direito
  3. Transparência
  4. Responsabilidade
  5. Orientação por consenso
  6. Igualdade e inclusividade
  7. Efetividade e eficiência
  8. Prestação de conta (accountability)

É importante destacar, também, as principais ferramentas utilizadas na Governança Corporativa, que asseguram o controle da propriedade sobre a gestão, são elas: o conselho de administração, a auditoria independente e o conselho fiscal.

Benefícios da Governança Corporativa

A boa Governança Corporativa contribui para um desenvolvimento econômico  sustentável, proporcionando melhorias no desempenho das empresas, além de maior acesso a fontes externas de capital. Por estes motivos, torna-se tão importante ter conselheiros qualificados e sistemas de Governança Corporativa de qualidade. Evitando-se assim diversos fracassos empresariais decorrentes de:

  • Abusos de poder – Do acionista controlador sobre minoritários, da diretoria sobre o acionista e dos administradores sobre terceiros;
  • Erros estratégicos – Resultado de muito poder concentrado no executivo principal;
  • Fraudes – Uso de informação privilegiada em benefício próprio, atuação em conflito de interesses.

Empresas adeptas

Petrobras, VALE, HSBC Bamerindus, FURNAS, Sabesp,  Telefônica, TAM Linhas Aéreas,  Brasil Telecom, Ultrapar (Ultragaz),  Banco Itaú, Telemig Celular e muitas outras.

Desta forma, se tornou notável que, nos últimos anos, a adoção das melhores práticas de Governança Corporativa tem se expandido tanto nos mercados desenvolvidos quanto em desenvolvimento. Disseminando as práticas e atraindo investimentos aos negócios e aos países.

E você, já teve experiências com Governança Corporativa? Deixe seu comentário.

FONTE: Com informaçõs do IBGC e outros.

Foto: dynamicsonline