Após um longo e cansativo caminho trilhado entre entrevistas de emprego/estágio, dinâmicas de grupo, avaliações etc., chega o tão sonhado primeiro dia de trabalho.

Você acorda cedo, se arruma tentando conter o nervosismo, toma um café da manhã reforçado, pega sua condução, chega à empresa e…

Bate aquela dúvida: O que fazer no primeiro dia de trabalho/estágio para causar uma ótima primeira impressão?

Para ajudar você e milhares de profissionais que vivem esta situação, elencaremos abaixo algumas dicas básicas para você mandar bem já no primeiro dia em seu novo emprego/estágio. Confira:

Não se atrase

Se você também acredita que a primeira impressão é a que fica, nunca se atrase em seu primeiro dia em um emprego novo. Não adianta por a culpa no despertador ou no trânsito, se você estiver realmente comprometido, acordará mais cedo, se organizará no dia anterior e fará de tudo para não se atrasar.

Vista-se adequadamente

Vestir-se adequadamente de acordo com o ambiente é fundamental em qualquer situação, principalmente em seu primeiro dia no emprego/estágio. Durante o processo de entrevista já é possível perceber o tipo de vestimenta utilizado pelos profissionais da empresa, por isso, fique atento a tudo e colha informações preciosas para escolher a melhor roupa para seu primeiro dia.

Seja organizado

Tenha cuidado com as coisas que disponibilizarão para seu uso no trabalho, como mesa, computador, telefone, documentos, pastas etc. Mostre-se organizado desde o primeiro dia. Não espalhe tudo pela mesa pensando que estação de trabalho bagunçada é sinônimo de profissional ocupado etc., nada disso deixará uma boa impressão. Organização é primordial para se fazer um bom trabalho, e seu chefe sabe disso.

Evite muita intimidade

No intuito de se relacionar bem com os novos colegas de trabalho, muitos profissionais acabam se deixando levar pelo momento e abrem seu coração contando história de suas vidas, ou até mesmo se intrometendo demais na vida dos outros. Estabeleça um limite inicial e vá ganhando espaço nas amizades com o tempo. Lembre-se que os primeiros dias são sempre para aprender e focar no seu desenvolvimento profissional.

Mostre interesse

A pior coisa que existe é um profissional desinteressado no trabalho, principalmente se for um iniciante. Esta é a oportunidade que você tanto esperou conseguir, então faça por merecê-la e demonstre entusiasmo em aprender, conhecer a rotina do seu trabalho, a história da empresa etc. Seu chefe certamente reconhecerá o seu empenho.

Preste atenção em tudo

Ao mostrar interesse é essencial que você tenha atenção a tudo que lhe será dito. De nada adianta você fazer mil perguntas e não reter nenhuma informação. Evite ficar repetindo sempre as mesmas questões. Anote tudo que lhe for passado para que você possa ter uma fonte de consultas no futuro.

Tenha iniciativa

Este talvez seja um dos pontos mais importantes desta lista. As empresas buscam sempre profissionais com iniciativa, que não esperam serem cobrados para fazerem algo, que anteveem os problemas e propõem soluções. Esteja sempre interessado em seu trabalho, fique atento a tudo e seja sempre solícito.

Escute e aprenda

Não caia no erro de falar mais do que ouvir em seus primeiros dias na empresa. É super importante que você escute mais do que fale, que você ouça com atenção tudo que é dito, que absorva as informações e aprenda o máximo possível. Falar demais nos momentos errados pode ser um defeito terrível no mundo corporativo, por isso, opte sempre por ouvir mais e só falar quando for necessário.

Não “puxe saco” de ninguém

Não é “puxando o saco” do seu chefe o tempo todo que você irá causar uma boa impressão, acredite. Aja naturalmente, seja quem você é e conquiste seus superiores por sua postura profissional, imparcial e focada nos resultados do seu trabalho. Com certeza você não quer ficar marcado como “puxa saco” já no primeiro dia de emprego, né?

Não faça comparações

Evite ao máximo ficar o tempo todo comparando a empresa atual com a última em que você trabalhou. Empresas e pessoas são diferentes umas das outras e, naturalmente, terão pouco em comum. Por isso, foque no seu emprego atual e dedique-se ao máximo, esquecendo do que você teve ou não teve em seu último emprego.

5 COMENTÁRIOS

  1. Comentário:ola amigos

    nunca duvidei do meu curso e esse curso e administracao publica, ate muito se perguntam porque tinha q sere administracao cada um escolher o que vai de acordo com sua carreia profissional” sou uma futura administradora

  2. O grande problema é que no Brasil Administradores não são VALORIZADOS, e por ai vemos: Médicos, enfermeiros, engenheiros, entre outros gerindo organizações que quando você vai analisar como resultado tem um nível de serviço precário porque não recebem treinamento adequado, culturas opressoras de trabalho, confusão financeira, visão curta de mercado, focam-se em números e esquecem do holístico, etccc….
    MAS de quem é a culpa?
    Do nosso CFA/ CRA, tão fracos que não regularizam as fronteiras de atuação de nossos colegas de profissão, Não impõe que uma empresa precisa TER um ADMINISTRADOR para gerir, ou pelo menos para assinar as diretrizes organizacionais.
    NÓS não podemos atuar na medicina, prescrever receituário mesmo sabendo que aquele remédio funcionará, baseado na experiência, como eles fazem em nossa área, PRECISAMOS de um CONSELHO realmente forte, como CRM, CRC, COREN, CREA, CREF, que impedem a entrada de outros na sua área de atuação, e regulamentando, Toda a profissão.
    MAS o nosso CFA/ CRA’s não sabem sequer as demandas, e apenas atuam como arrecadadoras de dividendos para si.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here