País tem 27 cursos top de administração

Carreira é a que mais aparece com nota máxima em avaliação do MEC, em avaliação de 15 áreas específicas. No Estado de SP, cinco cursos de administração tiveram nota 5, a maior; USP e Unicamp não são ranqueadas pelo MEC

O estudante que pretende cursar administração tem à disposição 27 cursos no país com nível máximo de qualidade, segundo avaliação federal. Cinco delas estão no Estado de São Paulo.

A constatação integra o conjunto de dados divulgado anteontem pelo Ministério da Educação, referente tanto à qualidade das instituições como um todo quanto a 15 áreas específicas -analisadas a cada três anos, num indicador chamado Conceito Preliminar de Cursos.

Em destaque, a Universidade que me formei. 😉

Entre as áreas examinadas em 2009, administração foi o que teve mais notas 5, máximo da escala.

Para chegar a esse patamar, a instituição precisa contar com estudantes com notas altas em um exame (Enade); grande parte dos professores com doutorado e dedicação integral; boa impressão dos alunos em relação à escola, entre outros.

Em SP, foi o caso de Facamp, Unesp (Jaboticabal), Insper, FGV e Fecap. USP e Unicamp não são ranqueadas, pois não fazem o Enade.

A qualidade, porém, é pouco acessível -seja pelas mensalidades (na FGV, por exemplo, de R$ 2.500), seja pela concorrência (24 por vaga na Unesp).
No contraponto, em duas áreas, biblioteconomia e design, nenhum curso oferecido no país chegou ao topo.

FONTE: Folha de São Paulo, 15 de janeiro de 2011.