Hoje, dia 26 de março, será votado na Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados (CTASP) o Projeto de Lei nº 6.954 de 2010, que estabelece o piso salarial do Administrador e dá outras providências.

O PL é de autoria do deputado federal Sandro Mabel (PR-GO) e tem como relatora a vice-presidente da Comissão, deputada federal Flávia Morais (PDT-GO).

piso-salarial-administrador

O Conselho Federal de Administração (CFA) mobiliza todos os Administradores para acompanharem a votação. Quem mora em Brasília, poderá acompanhar a votação pessoalmente indo à Câmara Federal.

Caso seja aprovado, os Administradores terão piso salarial de R$ 4.500,00.

 Fonte: CFA

3 COMENTÁRIOS

  1. Mais esse valor de R$ 4.500,00 seria só se vc fosse registrado como Administrador acredito…profissionais formados na área podem ser contratados como Assistentes, Analistas e Gerentes e ganharem até 1.000,00 rsrs. Agora se o projeto estabelecesse que quem fosse formado teria um piso, só que este por sua vez não poderia ser tão alto pois as empresas não contrariam….resumindo de todo jeito é complicado.

  2. Não é tão alto se levares em conta a responsabilidade economica e social em que o administrador tem que ter para não levar a organização a falencia e garantir sua sustentabilidade e produtividade.

    Gestores picaretas e sem qualificação na área são mais baratos, servem para “tocar negócios”,
    administradores sevem para “administrar negócios.” existe um abismo entre um e outro.

    pense nisso!

  3. O piso salarial para nossa categoria firmado e regulamentado neste valor seria razoável para começar a incutir nas pessoas jurídicas e também físicas que nossa profissão tem uma enorme carga de responsabilidade ética, moral, profissional e social. Hoje em dia muitos se dizem administradores sem nunca terem cursado uma universidade, sem nunca terem sentado num banco duma sala de aula sequer. O que tenho visto hoje e com muito espanto é que no lugar de administradores têm muitos engenheiros, arquitetos, médicos, professores, advogados e pessoas de todas as profissões exercendo nossa profissão sem qualquer fiscalização por parte das autoridades competentes (CRA e CFA). Se eu ou qualquer administrador tentarmos exercer a função de engenheiro, logo aparece o CREA e me prende ou multa. Se tentar eu exercer a função de médico, o CRM, logo aparece pra me multar, processar etc e tal. E com a nossa categoria isso não ocorre porque não estamos nem regulamentados e nem amparados por lei. Ou seja, aqui no Brasil, qualquer um pode se dizer administrador sem nunca ter estudado para isso. Haja vista as câmaras de vereadores, de deputados estaduais, de deputados federais e senadores. Em sua maioria, nenhum deles é administrador formado. Um ou outro o são. Lamentável sermos geridos por assim dizer, por quem nada entende de gestão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here