Produzir um texto nem sempre é uma tarefa fácil. É preciso dominar o assunto, buscar correlações, ser objetivo e coeso. Mais difícil ainda é elaborar uma monografia/TCC, pois são muitos assuntos acerca de um objetivo geral. Portanto, utilizar um raciocínio lógico é fundamental neste momento, criar conceitos e fundamentá-los de forma que os assuntos se complementem, com embasamento, produzindo um texto que chame a atenção do leitor (e do orientador, especialmente).

Está precisando de ajuda com sua monografia (TCC)?

Conheça nosso e-book “Como fazer uma monografia de sucesso“, com inúmeras dicas imperdíveis para você fazer sua monografia sem stress. Aprenda a escolher o orientador e o tema de sua monografia, formatar o trabalho segundo as normas ABNT, preparar os slides da defesa e muito mais!

Em tempos de comunicação e blogs, há muito conteúdo espalhado pela web. E muitas vezes leio textos “inacabados”, nos quais os autores descrevem a importância e a necessidade de determinada ferramenta de marketing, por exemplo; e, no entanto, esquecem de fundamentar o porquê, benefícios e desvantagens na utilização de tal ferramenta. Eu mesma já pequei nessa questão, tentando abordar um assunto sem trazer ao leitor o mínimo de fundamento. Mas acredito que aprendi muito com o que li por aí e tento não errar mais.

No caso do exemplo acima, sobre as ferramentas de marketing, temos a seguinte situação: sabe-se que existem variadas ferramentas e funções no gerenciamento das ações de marketing, e a importância delas. Mas porque são necessárias? Quais as vantagens competitivas que esse gerenciamento traz à organização? Estas são questões que precisam ser “administradas” pelo autor em seu texto, buscando orientar o leitor e trazendo a ele um conhecimento além do que já está acostumado.

Para escrever um simples texto ou elaborar um projeto/monografia/TCC, gosto de falar em pensamento sistêmico. De acordo com Peter Senge, é “A Quinta Disciplina” que “integra todos os compartimentos do saber e da prática”, o qual desenvolve no autor uma integração disciplinar. Essa interdisciplinaridade possibilita trazer aos leitores mais do que conceitos, ela busca ir além dos conhecimentos básicos, traz ao texto um limiar entre o que é corriqueiro e até onde determinado tema pode “levar” o leitor.

Quando escolher um tema para sua monografia, por exemplo, considere alguns pontos importantes, como: é relevante? Tenho domínio sobre ele? Possuo bibliografias de auxílio para um melhor entendimento?  Até onde o tema pode me levar? Consigo produzir conceitos novos? Saberei fundamentá-los? É importante para mim e para os outros? É possível inovar no tema? E muitas outras questões.

Perceba que todos os questionamentos acima buscam acrescentar ao texto uma porção de possibilidades de análise, embasamento e compartilhamento do conteúdo. Sair do óbvio, pular para fora da caixa, arriscar é fundamental na produção de conteúdo. Escrever é um processo árduo, porém traz ao autor e ao leitor novas visões sobre o conhecimento abordado.

4 COMENTÁRIOS

  1. Por favor eu gostaria de saber onde encontro artigos sobre a taxa selic? E gostaria de saber se posso utilizar livros ou só artigos?
    Estou muito preocupada pois tenho dificuldade em escrever.

    Obrigada
    Aguardo seu retorno.

  2. Boa noite, Carol! Tudo bem com você?

    O site http://www.periodicos.capes.gov.br/ é muito bom para encontrar artigos na área.

    Você só não pode, como deve. Para as faculdades, os livros são as melhores fontes de pesquisa, mas também é sempre bom equilibrar com os artigos científicos. Sempre encontramos ótimos materiais.

    Quanto a sua dificuldade na escrita, não tenha medo. Tente organizar sua linha de raciocínio, faça um “esqueleto” do que precisa e é importante citar e comentar. Com essa pré organização fica muito mais tranquilo na hora de escrever.

    Esperamos ter ajudado. Se precisar de mais dicas, conte conosco, ok?!

    Sucesso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here