Por William Mazza*

A Bíblia certamente é o livro mais lido e divulgado de toda História. Dividida em duas partes (Antigo e Novo Testamentos), é uma coletânea extraordinária de textos antigos. Alguns deles, podem ter mais de 4 mil anos, e apresentam as origens de judeus e cristãos. Apesar de escritos para suas épocas e para públicos-alvos específicos, vários textos são atemporais. Entre eles, destaco o livro de Provérbios, que traz uma série de afirmações de sabedoria para a vida.

Separei três deles que servem como inspiração para qualquer trainee de qualquer empresa, por sua universalidade e imediata aplicação prática. Citarei o verso e farei um breve comentário a seguir:

Capítulo 6, verso 6: “Vai ter com a formiga, ó preguiçoso; olha para os seus caminhos, e sê sábio”: é incrível, mas há pessoas que passam o dia todo olhando para o relógio e fazendo contagem regressiva, ao mesmo tempo que torcem para que ninguém venha com nada que altere sua rotina. Um trainee, de modo algum, pode fazer parte desse time. Inspirado nas incansáveis e pequeninas trabalhadoras, o escritor bíblico nos mostra que a preguiça não pode passar perto de quem tem sabedoria, ou alguém gosta de conviver com quem faz caras feias cada vez que precisa resolver algum problema novo?

Capítulo 10, verso 1: “O filho sábio alegra a seu pai, mas o filho insensato é a tristeza de sua mãe”: Já ouviu a frase: “Ao entrar aqui na empresa, deixe seus problemas lá fora…”? Ah, se fosse tão fácil assim… não dá para separar a vida pessoal e familiar da profissional. Ou melhor, elas precisam estar em harmonia para que juntas levem à melhor performance possível. O autor desse provérbio valoriza aquele que dá alegrias em casa e, se assim o faz, possivelmente tem toda capacidade de dar alegrias também em seu trabalho. Agora, se a coisa estiver feia no lar, onde estamos cercados de pessoas que nos amam, por que pensar que no ambiente do serviço esse cenário irá se reverter?

Capítulo 17, verso 22: “O coração alegre é como o bom remédio, mas o espírito abatido seca até os ossos”: que extraordinário é conviver com pessoas de alto astral, bem-humoradas! Mesmo quando a pressão vem e os resultados não são os melhores, esse tipo de gente tem uma capacidade incrível de contagiar o ambiente com otimismo e boa vontade. Pelo contrário, bem lembra o autor bíblico, pessoas down conseguem piorar o que já estiver ruim. Os trainess são ou serão líderes, e têm papel essencial como promotores da motivação de seu ambiente de trabalho. Qual tipo você acha que faz mais sucesso?

*William Mazza é engenheiro formado pela USP e ex-trainee. Siga-o no Twitter: @wmazza

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here