* Por Profº. André Vinícius

O processo de atendimento ao cliente evoluiu nos últimos anos devido ao surgimento de novas formas de negócios. As empresas cresceram, multiplicaram o número de clientes e viram seus lucros aumentarem freneticamente nos últimos tempos em função da abertura de mercados, diversidade de produtos e melhorias na produção e qualidade, mas será que não estamos esquecendo algo?

Estou falando do relacionamento com o cliente. Aquele jeito simples e simpático de dizer: “Olá, eu lembro de você da última vez que esteve por aqui” Claro que você dirá que as empresas “organizadas” já fazem isto através do CRM (Sistema de Relacionamento com o Cliente) mas creio que o cliente não quer ser parte de um software bem montado e um script padronizado.

O cliente quer se sentir importante. Ele deseja ser parte do crescimento da empresa e isso me faz recordar do armazém do Sr. João onde o cliente era um amigo, e o Sr. João que nada sabia sobre CRM convidava os clientes pra tomar um café e prosear e perguntava sobre sua família. Ali o cliente se sentia realmente em casa e pensava: “Poxa, eu faço parte deste negócio!”.

No livro: “Como fazer amigos e influenciar pessoas” do Dale Carnegie, ele já dizia que “chamar o cliente pelo nome e mostrar que se lembra dele é algo mágico. Faz ele se sentir importante”. E olha que ele disse isso há mais de 50 anos atrás!

Apague da sua cabeça tudo que aprendeu até o momento sobre CRM e bla bla bla. Se tiver um tempo vá até o mercadinho do Sr. João e aprenda com ele de forma simples e expontânea.

Acesse: www.andevinicius.com

5 COMENTÁRIOS

  1. O processo de atendimento ao cliente evoluiu nos últimos anos devido ao surgimento de novas formas de negócios. As empresas cresceram, multiplicaram o número de clientes e viram seus lucros aumentarem freneticamente nos últimos tempos em função da abertura de mercados, diversidade de produtos e melhorias na produção e qualidade, mas será que não estamos esquecendo algo?

    Estou falando do relacionamento com o cliente. Aquele jeito simples e simpático de dizer: “Olá, eu lembro de você da última vez que esteve por aqui” Claro que você dirá que as empresas “organizadas” já fazem isto através do CRM (Sistema de Relacionamento com o Cliente) mas creio que o cliente não quer ser parte de um software bem montado e um script padronizado.

    O cliente quer se sentir importante. Ele deseja ser parte do crescimento da empresa e isso me faz recordar do armazém do Sr. João onde o cliente era um amigo, e o Sr. João que nada sabia sobre CRM convidava os clientes pra tomar um café e prosear e perguntava sobre sua família. Ali o cliente se sentia realmente em casa e pensava: “Poxa, eu faço parte deste negócio!”.

    No livro: “Como fazer amigos e influenciar pessoas” do Dale Carnegie, ele já dizia que “chamar o cliente pelo nome e mostrar que se lembra dele é algo mágico. Faz ele se sentir importante”. E olha que ele disse isso há mais de 50 anos atrás!

    Apague da sua cabeça tudo que aprendeu até o momento sobre CRM e bla bla bla. Se tiver um tempo vá até o mercadinho do Sr. João e aprenda com ele de forma simples e expontânea.

    Acesse: http://www.andevinicius.com

  2. […] Conhecer o seu cliente é tudo! Sem ele seu negócio não tem como crescer e expandir, sem ele você não é remunerado e sem ele, obviamente, sua empresa quebra em pouco tempo. Por isso, recomendo fortemente que você faça uso das técnicas de CRM para saber exatamente do que seus clientes estão precisando. Acredite, isso é um grande passo para quem quer oferecer serviços de qualidade e ter sucesso nos negócios. […]

  3. […] o que mais compram, o que não suportam, o que você ainda não oferece mas é desejado etc. Conhecer o cliente é a primeira etapa para entender seu comportamento de compra de forma […]

  4. Dentro da estratégia, o CRM é tão importante quanto o atendimento personalizado, pois o CRM antecipa as informações e faz com que surpreendamos o cliente. Posso sugerir acertivamente o que ele quer sem antes mesmo que venha a pedir. Não é advinhação: “Se eu souber como se comporta, saberei o é capaz de fazer (ou o que pode querer)”. Esse é o segredo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here