por Humberto Veiga

Vou discutir duas observações de Warren Buffett nesse texto para depois comentar sobre os fundos de previdência privada para pequenos e médios empreendedores.

O mago dos investimentos Buffett afirmou certa vez que não entendia o fato de que empresários de sucesso dirigiam-se em suas limousines até Wall Street para pedir conselhos a analistas que iam trabalhar de metrô.

Antes que pensemos tratar-se de uma senhora discriminação com os usuários de transportes públicos, vamos olhar com outros olhos. O que Buffet queria dizer era: “cara, você sabe como ganhar dinheiro. Cuide do seu negócio e esqueça Wall Street”.

Sei que pode ser considerada também uma visão exagerada do mega investidor, mas, de certo modo, concordo com ele.

A outra passagem que faço questão de citar antes de ir ao tema principal é a defesa de Buffet em favor da concentração (não diversificar). Para ele, assim como para todo investidor com perfil agressivo, o negócio está em obter o máximo retorno. A diversificação, com certeza, não propicia isso. Por outro lado, seu patrimônio está seguro se você diversificar.

Mas o que a concentração tem a ver com a história? Simples: o empresário deve concentrar-se em seu negócio (ou negócios). Quanto mais especializado, bem gerido, e entendido o setor no qual o investidor se encontra, maior será a chance de obter sucesso.

Juntando os dois pensamentos do mago, vamos imaginar que o seu negócio é o ponto principal de onde investir. Essa afirmativa, no entanto, não quer dizer que você deva formar estoques mirabolantes ou contratar o decorador mais caro do País para fazer o seu escritório. O simples fato de entender o setor, especializar-se e bem gerir sua empresa já proporcionará a correta dimensão do investimento necessário e dos possíveis retornos estimados.

Finalmente, no que tange à previdência privada, ela deve ser avaliada com muito cuidado. A sua empresa pode funcionar como previdência, desde que você a faça crescer e, no momento da aposentadoria (ou ainda antes disso), venda o negócio e passe a viver de renda. Você pode, dentre outras milhares de possibilidades, vender parte do empreendimento e usufruir dos dividendos.

O apelo fiscal que favorece estes produtos de previdência também podem não ser tão significativos, uma vez que os dividendos gerados por sua empresa são isentos de impostos.

Não estou afirmando que você não deve aplicar neste tipo de plano, mas há outras coisas que você deve fazer antes de investir em previdência privada. Uma delas é separar uma reserva de emergência e a outra é adquirir um seguro de vida. Isso já proporcionará um conforto suficiente para que você possa tocar o seu negócio com tranquilidade.

1 COMENTÁRIO

  1. Muito legais as analogias, parabéns pelo post.

    Só uma dica: o mago dos investimentos é o George Soros!

    Indico vários livros sobre o Warren Buffett e Soros no meu blog, e convido a todos para visitarem.

    Abraços,

    Pablo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here