Tipos de departamentalização – Por funções

3
114 Flares 114 Flares ×

Olá pessoal! Hoje daremos início a uma série de posts sobre os vários tipos de departamentalização utilizados nos dias de hoje. Também conhecido como especialização horizontal, a departamentalização é uma forma muito utilizada para se obter a homogeneidade e o equilíbrio entre as tarefas de cada órgão da empresa. A fim de aumentar a eficiência e gerar uma maior qualidade no trabalho executado.

E hoje vamos falar um pouco sobre a departamentalização por funções. Fique atento!

Departamentalização por funções

Este tipo de departamentalização também é conhecido como “departamentalização funcional“. Ele tem como objetivo principal agrupar as atividades e tarefas de uma organização de acordo com as funções principais desenvolvidas por ela. Funciona da seguinte maneira: se uma empresa possui funções de produção e vendas, por exemplo, ela deverá agrupar suas atividades em departamentos de produção e vendas.

Tipos de departamentalização   Por funções

Basicamente, a departamentalização é a concentração de atividades semelhantes em que a empresa é especialista e com a mesma finalidade em grupos específicos. Este é o critério de organização de atividades empresarias mais utilizado nos dias de hoje. É indicado para cenários estáveis e de pouca mudança.

Mas é importante salientar que não existe uma denominação específica para estes departamentos criados na empresa. Tudo dependerá do seu ramo de atividade. Chiavenato explica em seu livro “Introdução à Teoria Geral da Administração” que uma indústria pode utilizar em sua departamentalização, termos como “produção”, “vendas” e “finanças”; já uma empresa atacadista poderá utilizar outras denominações para funções parecidas, como “compras”, “vendas” e “finanças”.

Outro ponto importante analisado pelo autor é a importância de algumas atividades, em detrimento de outras, neste processo. No caso de um hospital, por exemplo, que normalmente não possui um departamento de vendas; e uma igreja que não possui um departamento de produção de serviços, mas que executam esta função. Elas praticam estas atividades, mas não são especialistas nelas e, portanto, não possuem departamentos específicos para tal.

A departamentalização pode ser definida de acordo com critérios estabelecidos pela organização, e que não necessariamente precisam ser iguais aos de outras empresas do mesmo ramo, por exemplo.

Vantagens da departamentalização por funções

Através deste tipo de departamentalização, é possível agrupar vários especialistas em um único grupo e sob uma mesma chefia especializada, garantindo plena utilização das habilidades técnicas dos profissionais envolvidos.

Além de permitir uma significativa economia de escala, advinda do aproveitamento de pessoas, móveis, máquinas e produção em massa em departamentos específicos.

Desvantagens da departamentalização por funções

Em alguns casos, a departamentalização por funções pode reduzir a cooperação entre as pessoas de outros departamentos, uma vez que este tipo de organização de atividades exige grande concentração dos profissionais especialistas em seus departamentos.

Dificulta também a adaptação às mudanças externas à organização, devido à sua abordagem mais voltada para o que acontece no interior dos departamentos. Porém, isto irá variar de empresa para empresa, de acordo com sua abordagem e tipo de gestão.

-

Bem, pessoal, este foi o primeiro post da série sobre departamentalização. Em breve teremos outros posts, falando sobre os demais tipos de departamentalização empregados nas empresas atualmente. Você já conhecia este tipo? Qual sua opinião sobre ele? Deixe um comentário abaixo, participe!

3 COMENTÁRIOS

Deixe um comentário