Por Thiago Terra

redacao@mundodomarketing.com.br

O Brasil é um país que dispõe de muitas riquezas naturais e, segundo os profissionais do consumo, aqui acontecem todos os fenômenos relativos a este assunto. Para citar as oportunidades do país em relação ao consumo de produtos em todo o mundo, basta perceber marcas como Havaianas, sucesso no exterior. Além de marcas reconhecidas, o Brasil exporta produtos como novelas e música.

No Instituto de Prospecção Tecnológica e Mercadológica do Senai-Cetiqt, a convivência entre as diferentes culturas da população, que variam de acordo com cada região, também foi analisada. O resultado obtido diz que a capacidade de vivenciar o cotidiano é feita de forma fantástica. “A cultura do povo é a de criar situações. As regiões do Brasil são diferentes países”, acredita Aline Monçores, pesquisadora do Instituto.

Para explicar a importância de cada região para o desenvolvimento do Brasil, começaremos pela região Norte, o coração biológico e pulsante do país. Esta região apresenta a realidade da natureza, a conservação da cultura natural. Através da cura descoberta nas ervas da Amazônia, é possível a vida na floresta, onde a cidadania deu lugar à “florestania”. “O Norte do Brasil sustenta projetos mais refinados do que nos EUA e Europa”, palavras de Sabina Dewiek, representante no Brasil do instituto de pesquisas e tendências de consumo Future Concept Lab. Estes projetos tem bom propósito, mas ainda falta sistematização, com informações estratégicas, já que a cultura ligada a floresta remete à projetos sustentáveis e políticas sócio-econômicas.

Diversidade Cultural
Outra região inspira a mistura de etnias e culturas dentro do coração histórico do nosso país. O nordeste brasileiro apresenta seus recursos naturais como chamariz para a notável presença do seu povo, que originam a mescla entre as culturas e crenças. Neste território as festas populares ganham as ruas, os bairros até as cidades, onde todos abraçam a idéia de renovar o que é a cultura para eles. Fenômenos musicais, literatura de cordel são influencias fortes nesta região. Esta é uma contribuição importante para o crescimento do potencial de compra do consumidor nordestino.

Recentemente, a Unilever realizou pesquisa na região para detectar as necessidades das classes C, D e E ao lavar roupas. Com os dados, a marca lançou uma nova embalagem, de plástico e não papelão, para facilitar a lavagem na beira dos rios. Nesta terra, o cotidiano dos habitantes segue a risca a cultura popular. A próxima região pesquisada pelos especialistas apresentou como característica básica um lado vinculado a terra e outra a urbanização. Trata-se da região Centro-oeste, que é divida por áreas indígenas e os sonhos futurísticos de arquitetos, como a cidade projetada de Brasília. Este é um dos principais setores da balança comercial do país e líder na produção e criação de algodão. “O mundo está olhando para esta região com muita atenção”, diz Francesco Morace, Presidente de Conceito Future Lab.

O Sul do Brasil não é conhecido apenas por suas baixas temperaturas e a semelhança do povo com as colônias alemãs. De lá surgiu à idéia de comunidade, desenvolvimento maduro e comunidade unida. Habituados a tradições e agregações, o povo vive em renovação constante, segundo Aline Monçores. Padrões e projetos de comportamento e consumo são de nível internacional assim como os de tecnologia. “Além de promover uma revolução da moda no Brasil, o Sul foi o primeiro holding no campo da moda” conta Sabina. Para a executiva, de lá se pode começar a reinventar projetos para mostrar uma nova qualidade brasileira.

O coração do Brasil
Conhecida por suas praias e estilo de vida diferenciados das demais, o Sudeste é
A região mais rica e articulada do país. Dispõe de forte vínculo com suas raízes, porém tem maior contato com o mercado internacional. Características indispensáveis do comportamento de compra desta região estão relacionados ao caos e ao corpo. “A convivência deles é muito forte com a dinâmica dos opostos e com problemas sociais urbanos”, analisa Patrícia Dalpra, pesquisadora responsável pelo DNA Brasil.

Com linguagem específica, a população do Sudeste convive com o binômio Ética/Estética no dia-a-dia devido ao crescimento acelerado das tecnologias avançadas. Segundo Patrícia, esta região se expressa na forma do espírito carioca, característico por criar soluções criativas, assim como São Paulo, que abraçou o projeto Cidade Limpa que promove a interferência da publicidade no cotidiano das pessoas.

O conceito de Globalização diz que temos que trabalhar em cima de diversas culturas para atingir um patamar comum a todos, onde a igualdade de todos é a solução. Para os pesquisadores e especialistas do DNA, o Brasil precisa trabalhar em cima da sua própria cultura e procurar não imitar os outros países, já que aqui todas as tendências têm influência sobre cada região.

FONTE: Mundo do Marketing

1 COMENTÁRIO

  1. […] Um país que compra e vende diferente […]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here