A Vivo confirmou ontem à noite a compra do controle da Telemig e da Tele Norte Celular Participações (Amazônia Celular) por R$ 1,2 bilhão. Pelo acordo firmado, a Vivo vai comprar a participação que a Telpart possui no capital total da Telemig (22,72%) e da Tele Norte Celular Participações (19,34%). Adicionalmente, a Vivo adquirirá da Telpart direitos de subscrição de ações por R$ 87 milhões.Com a aquisição, a Vivo entra em áreas em que ainda não atuava, adicionando 4,8 milhões de pessoas à sua base de clientes, que passa a ser de 35 milhões de assinantes.
Segundo o comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a conclusão da transação está sujeita à aprovação pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e pelas assembléias gerais de acionistas da Vivo e Telpart.A Vivo informou que realizará ofertas públicas de aquisição das ações ordinárias de titularidade dos acionistas não controladores por preço igual a 80% do preço pago aos controladores. Segundo a empresa, as “ofertas públicas obrigatórias serão lançadas pelas ações da Telemig Participações, Telemig Celular, Tele Norte Participações e Amazônia Celular”.Foi informado também que a Vivo pretende fazer uma oferta voluntária para aquisição de até 1/3 de cada classe de ações preferenciais em circulação “da Telemig Participações, Tele Norte Participações, Telemig Celular e Amazônia Celular”. O preço terá um um prêmio de 25% sobre a média ponderada dos últimos 30 pregões até 01 de agosto de 2007.

Segundo o comunicado, considerando a adesão total às ofertas citadas, a Vivo adquirirá uma participação econômica de 58,2% na Telemig Celular e 54,6% na Amazônia Celular, totalizando um desembolso de aproximadamente R$ 2,9 bilhões (incluindo direitos de subscrição de ações).

O Espirito Santo Investment, a Goldman, Sachs & Co. e o Machado, Meyer, Sendacz e Opice Advogados estão atuando, respectivamente, como assessores financeiros e jurídico da Vivo nesta transação.

FONTE: Valor Online

1 COMENTÁRIO

  1. […] Vivo paga R$ 1,2 bilhão pelo controle da Telemig e da Amazônia Celular […]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here