Para responder a esta intrigante questão precisamos analisar alguns pontos importantes, começando por: Quais as características que definem uma pessoa empreendedora? Uma característica que define bem um verdadeiro empreendedor é “ter iniciativa”, fator determinante quando se tem pela frente o desafio de abrir e gerenciar uma empresa. Considerando sempre que no ramo empresarial não se pode ficar parado, sem inovações, esperando que tudo aconteça ao seu redor para só depois tomar uma decisão. O mercado é ágil e está bem vivo!

Um empreendedor precisa ter sempre boas idéias, tanto para abrir uma empresa, criar uma nova marca, decidir em que segmento deve atuar, quanto na criação de novos produtos que enriqueçam o portfólio de sua empresa, ou ainda, na forma como estes produtos serão levados ao consumidor final.

Além destas grandes idéias, ele precisa ter a famosa “visão empreendedora”, ou seja, ter a capacidade de enxergar e traçar seus objetvos com clareza, trabalhando sempre em atitudes que possam levá-lo a alcançar estes objetivos de forma rápida e com o maior sucesso possível. Mas acima de tudo, um empreendedor precisa usar esta “visão” para enxergar oportunidades onde ninguém as vê. Onde todos vêem azul ele tem de enxergar amarelo e fazer com que esta seja a maior e mais rentável oportunidade para ele e sua empresa.

Os empreendedores de verdade têm também a capacidade de por em prática, com certa facilidade, os projetos desenvolvidos para sua empresa, assumindo os riscos deste desafio, estando sempre prontos para enfrentar as adversidades que acompanham estes projetos, que por muitas vezes se mostram arriscados e desafiadores, sendo um importante agente da motivação própria e também de seu grupo de trabalho.

Portanto, os nossos futuros “homens de negócio” do mundo corporativo atual precisam, desde cedo, reconhecer em si mesmos estas habilidades, que muitas vezes se disfarçam de meras qualidades, para que possam criar métodos hábeis que os levem a sobrevivência neste disputadíssimo mundo empresarial.

Mas um detalhe muito importante que podemos notar, e que não podemos esquecer, é que não basta só ser um empresário, ou apenas um empreendedor, o essencial é ser um “empresário empreendedor”, um profissional que reuna as habilidades empreendedoras e a determinação de um grande empresário, aliadas sempre a uma boa qualidade de formação educacional, já que boa parte do conhecimento dos grandes profissionais vem das cadeiras universitárias.

Por isso, fique sempre atento aos detalhes de sua vida pessoal e profissional, prepare-se bem para seu futuro no mundo dos negócios e depois tente responder à pergunta inicial deste artigo: Você é realmente um Empreendedor?

3 COMENTÁRIOS

  1. Oi, Gustavo!

    Muito bom seu post. Explicou didaticamente o que vem a ser um empreendedor. Casou com um posto meu no Administrando sobre empreendedorismo dentro das organizações.

    Parabéns!

    P.S: Modesto você, hein? rs!

  2. […] tudo isto? Apenas para indicar dois outros artigos que li recentemente que tratam deste assunto: Você é realmente um Empreendedor? e Empreendedorismo de fora para […]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here