Estava lendo uma matéria interessante esta semana no Portal MSN, entitulada “Apenas 10,9% dos profissionais já passaram por processo de mentoring”, e tive a idéia de falar um pouco mais sobre este assunto tão pouco falado aqui no blog.

mentoringA matéria do portal diz que: “Poucos profissionais já atuaram como mentores em sua empresa ou foram “mentorados”, um total de 10,9%, segundo pesquisa da Catho realizada com 16 mil participantes entre março e abril deste ano.”

Para entendermos um pouco sobre mentoring, é preciso conhecer o seu conceito. Segundo o próprio Portal MSN, mentoring ou tutoria é um processo no qual um profissional mais experiente (o mentor ou o tutor) é designado para apadrinhar um mais jovem (mentorado ou tutorado), servindo-lhe de orientador e conselheiro de carreira.

Este mentor realiza tal orientação em períodos que podem ser em reuniões, happy hour ou até mesmo na casa do jovem profissional. Possuindo características de treinamento e acompanhamento profissional, buscando sempre a realização das metas estabelecidas de forma eficiente.

Todo este processo de mentoring é algo que, com certeza, pode ajudar muitos profissionais em início de carreira, uma vez que lhes oferece uma orientação pessoal tanto psicológica quanto na própria carreira , que neste momento está em pleno desenvolvimento. Sendo um processo de longo prazo, que não tem qualquer ligação com a hierarquia organizacional, ou seja, não necessariamente será um superior imediato a orientar o colaborador.

Uma informação importante trazida na matéria é a de que grandes empresas estão investindo cada vez mais neste processo, enquanto as pequenas empresas ainda não praticam o mentoring com tanta frequência. O que, em alguns casos, pode estar prejudicando o desempenho dos jovens nas empresas, se admitirmos que o crescimento e desenvolvimento nas organizações de hoje é bem difícil e requer muito preparo por parte dos novos contratados.

Desta forma, esta prática de mentoring é algo que ainda precisa ser muito difundido pelas empresas brasileiras. A fim de capacitar nossos jovens profissionais se utilizando das experiências dos colaboradores com mais tempo de casa, ou seja, dando o devido valor aos profissionais mais experientes e com isso alavancando o desenvolvimento de carreira de nossos jovens recém-formados e com grande potencial.

Você já participou de um processo de mentoring? Deixe seu comentário!

11 COMENTÁRIOS

  1. Particularmente, nunca tinha ouvido falar no termo “MENTORING”, porém ao perquisar pude perceber que não é um metedo muito utilizado por empresas brasileiras. Caso esteja enganado me corrijam. Mas pude observar que possui uma certa semelhança com o papel de “COATH”, que por aqui já é mais comum.
    É sempre com nos deparar com coisas novas que nos fazer pequisar e aprender cada vez mais, tipo de coisa que me fascina.
    Estou conhecendo o site agora, e gostando muito dos posts, já está salvo em meus favoritos. Parabéns pelo trabalho.

    • Olá Bruno,
      Pois é, o Mentoring é bem parecido com o Coach sim. A idéia é basicamente a mesma. Mas aqui no Brasil ainda não vemos muito falar em Mentoring. É algo que, com certeza, precisa ser mais estudado e aplicado.

      Fico muito feliz que já tenha nos favoritado. É um prazer! Volte sempre que precisar!

      Um abraço

    • Olá Jéssica!
      Que bom que gostou. Realmente este é um tema pouco difundido aqui no Brasil. Precisamos estudar mais as técnicas de gestão de carreiras para ajudarmos cada vez mais aos novos profissionais.

      Um abraço

  2. O mentoring é um processo de orientação profissional muito interessante pois relata experiências e é apoiada em ações experimentadas pelo profissionais mentores.
    Já estive dos dois lados da mesa e posso garantir a eficiência desse recurso.
    Cumprimento o Sr. Gustavo Periard pela iniciativa de tratar desse assunto e parabenizo-o pela clareza da abordagem.
    Nielsen Freire

    • Olá Nielsen, tudo bom?
      Agradeço muito a sua visita e participação. Gentileza sua o que disse. Estamos aqui para tratar destes assuntos da maneira mais clara possível, para que todos compreendam. 🙂
      Esteja à vontade para participar sempre!
      Grande abraço!

  3. Olá Gustavo. Sou Gestor de Treinamento e gostei da abordagem pois traduz a aplicabilidade da função. Se puder me dê sua opinião em relação a isso. Na empresa em que trabalho incluiremos a realização deste processo com identificação da necessidade nos processos de Avaliação de Desempenho e Competências. Você acredita que o processo de Mentoring pode ser definido pelo Gestor do colaborador com apoio de RH ou ao contrário tratando-se de política normativa?

    Obrigado.
    Abraços.

  4. Ola,
    Conheci uma pessoa que é Mentoring de uma Universidade. Achei muito interessante. Gostaria de material sobre o assunto. Estou querendo fazer um mestrado e gostaria de saber se existe algum lugar para o mestrado nesta área ou basta algum curso?
    Obrigado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here